CONTENT

GoToWebinar ressalta pontos como originalidade, importância dos vídeos e interatividade

Gerar conteúdo de qualidade, com bons resultados, tem sido a chave para o sucesso de muitas marcas. Desde a sua originalidade até o formato, faz parte das estratégias de marketing definir o que será produzido e distribuído. Para ajudar nesse planejamento para o novo ano, o GoToWebinar, ferramenta de webinar da LogMeIn, apontou seis das principais tendências do marketing de conteúdo. Confira:

1. Originalidade é fundamental

Conteúdo inovador é a chave para as empresas em 2018. Para se produzir um conteúdo divertido e educativo é necessário entender o que o público deseja. Atualizar as personas de marketing, entrevistar os clientes e investir tempo para ler o que os prospects também leem pode ser um caminho.

De acordo com Gustavo Boyde, head of marketing da LogMeIn para a América Latina, vale pensar em formatos envolventes como conteúdo via ebooks, blogs e webinars. Pense em maneiras de dar nova vida a conteúdos já testados e aprovados. As possibilidades são inúmeras. “Não esqueça de dar uma atenção ao conteúdo produzido no ano passado para verificar o que mais deu certo, como foi a aceitação e o número de visualizações. É muito importante rever as ideias para que a criatividade aflore e promova novas oportunidades”, comenta.

2. Social será mais do que um canal de distribuição

Compartilhar links nas redes sociais não garante sucesso. É necessário determinar a estratégia de conteúdo nas mídias sociais com foco nos tipos de conteúdo que serão capazes de atrair a atenção do público.

“Publicações no LinkedIn são ótimas oportunidades. Em vez de sempre levar o público para seu site, tente engajar pessoas na plataforma em que você já mantém presença regularmente. Assim terá mais interação e seu conteúdo será mais valorizado”, ressalta Boyde.

3. Conteúdo deve ser como bloco de construção para o marketing

É importante investir em uma pesquisa e conhecer o público o máximo possível, investigando quais os objetivos, desafios enfrentados e como pode ajudar a resolvê-los. Com isso, se tornará capaz de criar conteúdo interessante que ofereça real valor para o público. Em 2018, será o momento de realmente se concentrar nos clientes, no conteúdo que ele precisa e como entregar essas informações da melhor forma.

4. Todo conteúdo pode ser reaproveitado

Criar um ebook bem escrito e altamente envolvente, por exemplo, é uma ótima estratégia, mas aproveite isso que já foi criado em novos formatos e canais. Usar webinars, neste caso, pode ser uma ótima maneira de incorporar em uma experiência esses pontos de destaques provenientes de formatos com conteúdo mais denso. 

5. Conteúdo em vídeo continua sendo essencial

 O consumo em vídeo tem aumentado, cada vez mais, a sua produção. Seja em um site, YouTube ou Facebook, sempre haverá busca por vídeos. “Vídeos devem ser uma parte essencial de seu mix de conteúdo de marketing para esse ano e os webinars são uma das maneiras mais fáceis e econômicas de integrar sua estratégia de vídeo. Já que webinars gravados podem ser compartilhados entre os inscritos como uma ação de follow-up”, enfatiza Boyde.

6. Interatividade já!

De acordo com a Content Marketing Institute’s, 79% dos profissionais de marketing entrevistados planejam aumentar o uso de conteúdo interativo nos próximos 12 meses. Novamente, o uso de vídeos e webinars se apresentam como um ótimo formato de conteúdo interativo.

Fonte: PROPMARK

Deixe seu comentário