A exemplo das edições anteriores da Copa do Mundo, a taça do torneio chegará dentro de uma luxuosa mala de grife assinada pela Louis Vuitton.

E ela foi apresentada na última semana em Asnières-sur-Seine, nos arredores de Paris, juntamente com uma coleção exclusiva intitulada Louis Vuitton 2018 World Cup Collection.

Com 36 centímetros de altura e pesando seis quilos, a taça de ouro de 18 quilates e base de malaquita viajará à Rússia em um recipiente de titânio.

O evento contou com a presença da modelo russa Natalia Vodianova. Em 2010, na África do Sul, esta mesma função ficou à cargo da norte-americana Naomi Campbell (2010), enquanto Gisele Bündchen foi a protagonista no Brasil. Vodianova figurou ao lado do ex-zagueiro francês Frank Leboeuf.

“É a nossa terceira parceria com a Fifa e desta vez queríamos inovar. É a primeira vez que confeccionamos um ‘case’ de titânio, foram dois anos de trabalho”, disse Michael Burke, diretor-executivo da grife. “Queríamos homenagear esta bola emblemática de hexágonos brancos e pentágonos pretos. Todos estes objetos icônicos (mochilas e bolsas, entre outros) poderão ser personalizados com as cores da sua seleção.”, completou.

Sobre a coleção, ela contempla malas que reúnem uma reprodução das 13 bolas usadas na Copa do Mundo desde 1970, limitada a 25 exemplares, além de carteiras e mochilas.

 

Fonte: PROMOVIEW

Deixe seu comentário