You are currently viewing A força do mercado editorial

A força do mercado editorial

A Bienal do Livro costuma ser um evento onde podemos avaliar a força dos livros junto aos leitores brasileiros. Há pouco tempo, após uma ausência causada pela pandemia, foi realizada e vimos o quanto o publico estava sedento por novidades e a força que os livros impressos ainda tem. Mostrando que a literatura impressa pode coexistir muito bem com a digital.

Essa pandemia obrigou as pessoas a se isolarem em casa, mas também levou ao incentivo da leitura, entre adultos e crianças, gerando ainda mais interesse por novidades, novos títulos, novos autores e histórias. Essa Bienal nos mostrou um publico ainda mais exigente, buscando a leitura com novos olhos, além do aprendizado: os da imaginação, da aventura e da diversão.

E o mercado editorial brasileiro ainda tem muitos outros autores interessantes principalmente no cenário infanto-juvenil: Nestablo Ramos, Ricardo Garay, Silvia Strufaldi, Moacir Torres, entre outros, que há muitos anos contam suas histórias conquistando gerações, trazendo para os livros alguns assuntos bem importantes na atualidade como ecologia, bullying, amizade, heroísmo, tratados de forma lúdica e muito divertida. Muitos deles já estão presentes em escolas e bibliotecas pelo Brasil.

Mostrando o quanto os livros, além de divertir, podem ensinar e também ajudar as novas gerações a modificarem suas próprias atitudes, comportamentos e pensamentos para melhorar o futuro do planeta. Os livros tem uma missão muito importante: ensinar, mas também, incentivar a criatividade, a diversão, a união, a amizade.

Vamos fazer da leitura um hábito cada vez mais forte e saudável!

Fonte: Wind Marketing

Deixe um comentário