Netflix, Disney+, HBO Max e Amazon Prime Video entraram em uma briga de gigantes com produções autorais sobre o tema

Loki

Disney/Divulgação

É difícil encontrar alguém que não tenha consumido algum produto do universo dos super-heróis nos últimos anos – pouco importa se aqueles oriundo da Marvel ou da DC. Elencando sempre os filmes com mais audiência nos cinemas, os heróis, principalmente após a eclosão da pandemia de Covid-19, tomaram conta da mais nova vedete da era digital: as plataformas de streaming.

Mostrando a força que os filmes de heróis tem nos cinemas, Viúva Negra conseguiu quebrar o recorde de bilheteria: o novo filme da Marvel/Disney se tornou o mais visto desde o começo da pandemia de Covid-19. Somente nos Estados Unidos, a produção arrecadou US$ 39,5 milhões no último dia 9 de julho, dia da estreia. Globalmente, o longa chegou a US$ 158 milhões – tornando-se a estreia mais rentável desde o começo da pandemia e conquistou US$ 60 milhões no Disney+, com o Premier Access.

Já entre as séries, o mais recente lançamento foi Loki, disponibilizado na plataforma Disney+. Dados divulgados pela Nielsen Media Research mostram que a série protagonizada por Tom Hiddleston foi assistida por 731 milhões de minutos. A trama, inclusive, é a primeira série da Marvel a ser renovada para uma 2ª temporada – WandaVision só teve um ano, assim como Falcão e o Soldado Invernal. Esta última terá continuação em Capitão América 4, que será um filme

Vale lembrar que os cinemas de todo o mundo sofreram impactos significativos por conta da pandemia da Covid-19, o que aumentou ainda mais o sucesso do streaming. Documento assinado por 63 entidades do audiovisual brasileiro em agosto de 2019, divulgado durante a 47ª edição do Festival de Cinema de Gramado, aponta que os streamings movimentam mais de R$ 25 bilhões por ano, o que representa 0,46% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Por quase um ano, a única opção do público, que precisou ficar isolado em casa, eram os streamings. A Disney, por exemplo, lançou originais diretamente em sua plataforma, ao invés de passar primeiro pela sabatina do cinema. Isto aconteceu com o live-action de Mulan, sem custo adicional para os assinantes, no Brasil.

Netflix, HBO Max, Amazon Prime Video e Disney+ entraram em uma briga de gigantes para conquistar o público com tramas que envolvem super-heróis. Desde projetos autorais até heróis já conhecidos pelo público, as plataformas investem pesado para bater de frente com os concorrentes.

Veja as séries de super-heróis dos maiores streamings:
Netflix

Gigante do streaming, a Netflix vem investindo pesados em tramas sobre super-heróis. Conhecida por ser uma das principais plataformas com produções autorais, o que justificou o aumento de preços nas assinaturas, séries como Legado de Júpiter, The Umbrella Academy e Mestres do Universo conquistaram o público.

HBO Max

Quando o assunto é HBO Max, produções originais surpreenderam ao trazer personagens negros em papéis de protagonismo. De acordo com o site Deadline, a atriz Leslie Grace foi escolhida como a nova Batgirl. Desta forma, o streaming, terá Batgirl e Batwoman, protagonizada por Javicia Leslie, negras em sua programação. Outra opção de sucesso é a trama de Titans, que terá a 3ª temporada na plataforma.

Firme na meta de disputar com as gigantes, a Amazon Prime Video investiu pesado na série The Boys. A trama estreou no começo de setembro do ano passado e, de acordo com dados da Nielsen à época, tornou-se uma das séries mais assistidas em plataformas de streaming.

Segundo os números – que são baseados na audiência apenas dos Estados Unidos – divulgados em outubro de 2020, The Boys ficou em terceiro lugar, atrás apenas de Cobra Kai e Lúcifer, ambas originais da Netflix. Já neste ano, o Prime Video lançou Invincible, série animada que adapta os quadrinhos de Robert Kirkman.

O sucesso de The Boys foi tanto que entrou para a grade de programação do SBT. Em agosto do ano passado, a emissora de Silvio Santos passou a transmitir a série aos sábados, às 00h15, depois de Bake Off Brasil, reality show culinário da emissora.

Disney+

Por fim, a Disney+ conquistou o público com mais do mesmo. Séries como WandaVision; Falcão e o Soldado Invernal; Loki; What If…?; She Hulk; I am Groot; e mais chegam ao streaming com diferentes pegadas de super-heróis que o público já conhece (e ama).

Em entrevista à revista Variety, a vice-presidente do Marvel Studios, Victoria Alonso, afirmou que, ainda em 2021, o Universo Cinematográfico da Marvel (UCM), vai lançar mais duas séries. Após WandaVision, Falcão e o Soldado Invernal e Loki, o Disney+ recebe até o fim deste ano Ms. Marvel e Gavião Arqueiro. Apesar da confirmação, as datas de lançamento ainda não foram divulgadas.

Fonte: Metropoles