You are currently viewing Duolingo e HBO Max fazem parceria para nova série House of the Dragon, spin-off de Game of Thrones

Duolingo e HBO Max fazem parceria para nova série House of the Dragon, spin-off de Game of Thrones

Duolingo e HBO Max fazem parceria para nova série House of the Dragon, spin-off de Game of Thrones
Foto: divulgação.

Fãs de Game of Thrones terão a oportunidade de aprender gratuitamente o Alto Valiriano, uma das línguas antigas faladas no universo criado por George R. R. Martin, através do aplicativo de ensino de idiomas Duolingo. O curso é fruto de uma parceria entre a plataforma e o serviço de streaming HBO Max. A iniciativa é parte da promoção da nova série House of the Dragon, prólogo da saga Game of Thrones, que será lançada no próximo dia 21 de agosto.

Para acompanhar o lançamento da série, o Duolingo trabalhou em conjunto com o linguista David Peterson para desenvolver o idioma Alto Valiriano e construir o curso. A língua é baseada na série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin.

“Estou muito animado para que os fãs novos e antigos da série Game of Thrones possam ter a experiência do alto valiriano”, conta Peterson em nota divulgada pelo Duolingo. “Foi um prazer voltar ao mundo de Westeros para House of the Dragon e trabalhar com a equipe do Duolingo para tornar esse curso ainda mais completo”.

Através da parceria, o curso de Alto Valiriano que já era disponível foi aprofundado e expandido, contando agora com mais de 150 novas palavras e 700 frases. De acordo com a assessoria do Duolingo, as aulas contarão com cinco novas unidades que abordarão temáticas variadas, como frases de conversação, culinária, inventar desculpas e até como comandar dragões.

A nova série é baseada no livro “Fogo & Sangue”, de George R. R. Martin, e se passa 200 anos antes dos acontecimentos de Game of Thrones. A narrativa conta a história da Casa Targaryen. Alguns exemplos de frases em Alto Valiriano que serão ensinadas no curso são:

  • Aōhyz zaldrīzesse gevī sōvetis, Daenerys: Seus dragões voaram lindamente, Daenerys.

  • Havorzo dohaeragon kostā, Arȳs: Você pode servir a comida, Arya.

  • Zaldrīzes jēdrot heptas: O dragão subiu aos céus.

  • Sombāzmion dārio syt lenātās: Construa um castelo para a rainha!

 

Fomentar o interesse por aprender novos idiomas

A parceria é uma oportunidade de atrair novos estudantes para plataforma e mostrar como aprender uma nova língua pode ser algo acessível e gratuito. De acordo com George Audi, diretor de desenvolvimento de negócios do Duolingo, “sabemos que o conteúdo impulsiona o interesse em um idioma, nossos dados mostram uma correlação direta entre o crescimento de usuários e o que acontece no zeitgeist cultural, do K-pop ao Eurovision e várias séries e filmes internacionais”.

“Essa colaboração tão única para ensinar e aprender o Alto Valiriano permitirá que fãs do mundo todo vejam como é divertido estudar uma nova língua, ao mesmo tempo que também se sentem mais próximos do universo de Westeros”, explica George Audi. A campanha de promoção do curso e da nova série incluirá passagem pela Comic-Con International, que acontecerá em San Diego, e outros serviços gamificados em realidade virtual.

Em um relatório anual divulgado pelo Duolingo no início do ano, é possível acompanhar a influência dos acontecimentos culturais no interesse por estudar novos idiomas. O estudo apontou o crescimento, em 2021, da procura por línguas do leste asiático, como o japonês, coreano e chinês, tendência que está relacionada à ascensão do K-Pop. No Brasil, o turco foi outro idioma que se destacou e provavelmente tem relação com a popularidade das novelas e filmes da turquia por aqui.

Duolingo para brasileiros

Aproximadamente 30 milhões de brasileiros utilizam o Duolingo para aprender alguma língua, sendo 60% desses usuários estudantes de inglês. Na sequência, o Espanhol, Francês, Italiano e Português estão entre os idiomas mais estudados por pessoas nascidas no Brasil.

Com tantos usuários, a plataforma mantém alguns serviços gratuitos focados no público brasileiro, como a disponibilização do recurso “histórias” para estudantes de espanhol e inglês e o podcast Histórias em Inglês.

Fonte: Estudar Fora

Deixe um comentário