You are currently viewing Destra recebe investimento de Thiago Nigro

Destra recebe investimento de Thiago Nigro

Empresário conhecido como Primo Rico recebeu CEO da Destra no #PrimoStartups e episódio já está disponível para ser assistido

Thiago Nigro, dono do canal O Primo Rico e referência no mundo de negócios e investimentos, recebeu Bruno Koerich, CEO da Destra, no segundo episódio da terceira temporada de #PrimoStartups. O tema Licenciamento de Marcas foi o assunto da vez e, ao final do episódio, as partes concluíram negociação de R$ 700 mil por 7% do valor de uma empresa com valution estimado em R$ 10 milhões.

Clique aqui para assistir o episódio!

Durante os tradicionais dez minutos de apresentação, Bruno Koerich procurou dimensionar a representatividade do universo de licenciamento de marcas e contou alguns dados do negócio no Brasil e mundialmente.

“É um mercado que movimenta cerca de R$ 1,5 trilhão de mundial no mundo interno e somente no Brasil são R$ 21 bilhões entre R$ 800 milhões até R$ 1 bilhão somente em royalties.”

No episódio, “Primo Rico” esteve acompanhado de João Kepler, da Bossanova Investimentos, e Pierre Mantovani, CEO e Co-Founder da Omelete.

E ele procurou definições para explicar a operação da Destra tanto na captação de novas marcas e indústrias como na geração dos contratos.

“Notei que é parecido com o que uma consultoria de licenciamento faria só que com o acréscimo de uma camada de dados. Existe um lado escalável, mas também tem um lado tradicional”, afirmou Thiago.

João Kepler, maior investidor anjo do Brasil, completou:

“O B2B tem um pouco dessa característica e principalmente um software como serviço. As pessoas automatizam o processo através de uma camada de serviços e basicamente foi o que ele fez. A única coisa que eu faria é acelerar a inteligência artificial para fazer o que o Nigro pensou: gerar uma camada tecnológica”.

Ao fim da rodada de apresentação, Bruno apresentou o investimento que seria conveniente às aspirações da empresa: aporte de R$ 500 mil por 5% e Thiago prontamente respondeu.

“Quero fazer uma proposta em moldes diferentes. Acredito que a distribuição pode ser melhorada. Como seu valuation é de R$10 milhões e acredito que posso agregar no seu negócio já que falamos com muitos empreendedores e, também, com marcas. Não vou mexer no cash, mas vou mexer na mídia e minha proposta será de R$ 800 mil por 8%”.

Na tréplica, após consulta aos sócios, Bruno e Nigro fecharam sociedade com investimento de R$ 700 mil por 7%.

Clique aqui para assistir o episódio!

Fonte: Destra

Leave a Reply