You are currently viewing Netflix não colocará publicidade em novos filmes e conteúdo infantil

Netflix não colocará publicidade em novos filmes e conteúdo infantil

Plataforma de streaming define as regras para sua versão com publicidade, que deve chegar ao mercado em 2023

O conteúdo infantil da Netflix e os novos filmes da plataforma estarão livres dos comerciais quando a companhia lançar sua versão com anúncios, de acordo com pessoas próximas da empresa.

A Netflix comunicou a parceiros que não veiculará anúncios publicitários na programação infantil, de acordo com uma pessoa que pediu para não ser identificada. A empresa estaria trabalhando na definição dessas regras. Além disso, alguns estúdios que licenciaram os direitos de conteúdo infantil para a Netflix não permitiriam o vínculo de anúncios às obras.

Série Stranger Things é um dos maiores sucessos da Netflix

Stranger Things, um dos conteúdos originais Netflix de maior sucesso (Crédito: Divulgação/Netflix)

A plataforma de streaming também decidiu que seus filmes originais não exibirão anúncios, pelo menos nesse período inicial.

A preparação para o lançamento do serviço com publicidade está em fase de finalização pela Netflix, o que significa que alguns detalhes da estratégia ainda podem mudar. A ideia da companhia é introduzir o serviço com anúncios no início do próximo ano. A Netflix não comentou sobre os planos e reforçou que ainda está na fase inicial da definição de seu modelo de assinatura com publicidade.

O novo plano custará menos do que o atual e faz parte de uma estratégia da Netflix de atrair consumidores preocupados com os custos. A Netflix perdeu clientes no primeiro semestre de 2022 e precisa voltar a adicionar novos assinantes para reverter o declínio de 65% que suas ações tiveram desde novembro.

Mais de 220 milhões pagam para ter a Netflix enquanto outras centenas de milhões acessam o conteúdo por meio do empréstimo de login e senha de parentes ou amigos.

Embora a Netflix possa inserir comerciais em suas próprias atrações, ela não tem direito de fazer isso em todo seu catálogo pelo fato de licenciar milhares de produções de outros estúdios. Muitos desses acordos não incluem os direitos de oferecer as atrações em meio a um ambiente com publicidade, o que pode forçar a Netflix a ter de pagar taxas extras. No momento, a plataforma negocia esses direitos com companhias como Sony Group Corp., Paramount e Warner Bros. Discovery. Algumas pessoas próximas à companhia disseram que a Netflix pagará de 10% a 15% do atual valor dos acordos pelos direitos de inserção de publicidade.

Alguns desses parceiros, no entanto, não permitirão anúncios durante atrações selecionadas, embora a Netflix ainda possa exibir publicidade antes ou depois desses conteúdos. O co-CEO da Netflix, Ted Sarandos já declarou que a plataforma não disponibilizará todo seu conteúdo atual na modalidade com publicidade.

A Walt Disney Co., maior concorrente da Netflix no segmento de streaming, também trabalha em uma versão de assinatura com anúncios para seu principal serviço, o Disney+. O Hulu, que pertence à Disney, já tem uma versão com publicidade.

Tanto a Disney quanto a Netflix planejam exibir menos anúncios do que as pessoas costumam ver na TV e nos demais serviços de streaming. Elas também esperam cobrar valores mais altos do que o restante da indústria.

A programação infantil representa um desafio particular quando se fala em publicidade, ainda mais no caso da Disney. O Google e o YouTube já tiveram de pagar US$ 170 milhões por violarem leis de privacidade infantil. Na nova modalidade de plano, a Netflix oferecerá programas infantis sem a inserção de comerciais mas pode, em algum momento, decidir inserir anúncios.

Já os filmes apresentam um desafio diferente. A maioria dos cineastas não querem fazer obras para serem interrompidas por comerciais. Nos cinemas, como é tradicional, são exibidos comerciais antes dos filmes, mas nunca durante.

Segundo especialistas do setor, a Netflix ainda é capaz de gerar muito dinheiro sem exibir publicidade na maioria de sua programação. A companhia tem um potencial grande de espectadores e é conhecida pelas produções de alta qualidade, como Stranger ThingsBridgerton e Round 6.

A HBO Max não exibe anúncios durante séries como Game of Thrones e The Sopranos, que foram lançadas originalmente sem intervalos comerciais. A Netflix, no entanto, pode voltar atrás e inserir comerciais em algumas de suas séries originais que, até então, não tinham qualquer tipo de interrupção.

Microsoft cuidará da tecnologia de vendas para a publicidade da Netflix, ao menos na fase inicial. Se o negócio crescer consideravelmente, a Netflix provavelmente deve construir sua própria operação de publicidade. A empresa já vem iniciando a contratação de vendedores e executivos para comercializar os espaços publicitários.

Fonte: Meio & Mensagem

Leave a Reply