You are currently viewing Sony adquire a Bungie por US$ 3,6 bilhões

Sony adquire a Bungie por US$ 3,6 bilhões

Estúdio da franquia Destiny e criadora de Halo continuará sendo independente e multiplataforma

A Sony Interactive Entertainment (SIE) anunciou, nesta segunda-feira, 31, a compra da Bungie, estúdio da franquia Destiny e criadora de Halo, por US$ 3,6 bilhões (cerca de R$ 18 bilhões). A notícia vem à público duas semanas após a Microsoft anunciar a compra da Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões.

Bungie é o estúdio da franquia Destiny (crédito: reprodução)

De acordo com a empresa japonesa, quando o acordo for concluído, a produtora continuará sendo um estúdio independente e multiplataforma, liderado por um conselho de diretores formados pelo CEO e presidente da Bungie, Pete Parsons, e pelo time atual de gerenciamento do estúdio. Parsons confirmou a informação no site da desenvolvedora: “Continuaremos a publicar de forma independente e desenvolver nossos jogos de forma criativa. Continuaremos a promover uma comunidade unificada da Bungie. Nossos jogos continuarão onde nossa comunidade estiver, onde quer que eles escolham jogar”.

O executivo ainda reforçou que ao se unir à PlayStation Studios, grupo de desenvolvedoras de jogos eletrônicos da SIE, a Bungie dará “passos ousados” nos seus próximos jogos. No momento, a produtora trabalha em manter suporte a Destiny 2, como a expansão A Bruxa-Rainha no mês de fevereiro, expandir a franquia Destiny e trabalhar em novas IPs.

Em nota no PS Blog, Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, ressaltou a importância da aquisição da Bungie para expandir a marca PlayStation para centenas de milhões de pessoas, principalmente por conta da experiência com jogo de serviços ao vivo. “A Bungie é uma grande inovadora e desenvolveu ferramentas proprietárias incríveis que ajudarão os PlayStation Studios a alcançar novos patamares sob a liderança de Hermen Hulst”, completou.

De 2000 a 2007, a Bungie pertenceu à Microsoft, depois desse período se tornou novamente uma desenvolvedora de jogos independente. A companhia ainda atuou, de 2010 a 2019, em parceria com a Activision, que trabalhou como publisher de Destiny 1 e 2.

*Crédito da imagem no topo: KateStudio/Shutterstock

Fonte: Meio & Mensagem

 

Leave a Reply