Mesas, cadeiras, acessórios e óculos terão propriedades com o slogan Keep Walking; iniciativa é sazonal e ter produtos não é o objetivo final

Linha de óculos produzidos pela Woodz com madeira dos barris usados para envelhecimento da bebida (Divulgação)

Não se trata de uma linha de produtos de Johnnie Walker. O tradicional uísque escocês está apoiando marcas com discurso prático de sustentabilidade para utilizar suas propriedades de branding com o slogan Keep Walking, o bonequinho Striding Man e a sua logomarca. A permissão à Dobra, Lab77, Muma, Pacco e Woodz tem prazo limitado, até setembro, e o objetivo não é ampliar escala de faturamento, mas dar ênfase à sustentabilidade, asset essencial de JW, produto que é dependente químico da água na sua composição, como esclarece João Victor Guedes, que idealizou o projeto e o liderou na Diageo com o grupo Innovation Fellows, formado por um profissional de letras, outro de comunicação, engenharia de alimentos e produção.
A proposta está sendo analisada pelo global do anunciante e pode ser exportada respeitando as características culturais de cada mercado. No Brasil, o portfólio inclui carteiras, tênis e camisetas feitas por uma fibra reutilizável; moda streetwear; móveis de design, como a mesa Atobá, e peças de decoração autorais; acessórios e óculos confeccionados pela Woodz, que também produz relógios, com a madeira dos barris usados para o envelhecimento de JW.
“Sustentabilidade é um dos pilares mais importantes da marca, que já vem apoiando diversas iniciativas. Para o próximo ano, além da garrafa feita de papel, traremos mais novidades com marcas e pessoas que estão construindo um futuro melhor”, enfatiza Guedes.

João Victor Guedes desenvolveu e liderou as etapas do projeto colaboratrivo com JW (Divulgação)

Ele diz ainda que o plano é dar visibilidade para empreendedores com foco socioambiental. Segundo ele, com 200 anos de atividades, o uísque quer estar ativo nos próximos 200 anos. “Por esta razão apoiamos quem está engajado nessa direção”, observa. A ideia foi consolidada em outubro do ano passado, mas só foi lançada neste mês. “Poderíamos ter colocado os artigos à venda em dezembro do ano passado, mas decidimos fazer a apresentação junto com a plataforma de sustentabilidade que a Diageo firmou com a ONU até 2030. Nesse período nossa produção de uísque será 100% carbono líquido zero. E 100% das destilarias vão aproveitar energia renovável e todas as embalagens recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis”, acrescenta o executivo.
Caminhar à frente é a base de JW. Ter como parceiras marcas que buscam propósito de forma pragmática é bem-vindo. “Aprendi muito com as marcas selecionadas e com as pessoas que as conduzem. Esses empreendedores trazem muita celeridade às questões do clima”, destaca Guedes, lembrando que a agenda 2030 inclui a ação The Beach Walker Project, na qual o apresentador Plácido Salles, do canal Livre Partida, especialista em treking de longas distâncias, vai percorrer 2.030 quilômetros, de Montevidéo ao Rio de Janeiro, recolhendo resíduos pelas praias. Guedes diz ainda que os materiais de PDV, como gôndolas, serão recicláveis. Uma parceria com a Cuponaria garante descontos ao consumidor final.

Fonte: Propmark