Clube de assinaturas de universo geek também dobra o número de assinantes e projeta um crescimento de 50% em 2021

Em 2020, auge da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Nerd ao Cubo, clube de assinaturas geek, faturou R$ 11 milhões e dobrou seu número de assinantes. Segundo Diogo Santos, um dos fundadores da empresa, a razão do bom desempenho foi, justamente, o momento. “Durante a pandemia, não tivemos que dividir a atenção com entretenimentos fora de casa”, explica. Além disso, Santos reforça que o outro motivo da alta nos negócios é a melhora dos conteúdos da companhia e o lançamento de novos produtos exclusivos com o licenciamento de grandes marcas e franquias.

Clube de assinatura geek cresceu durante a pandemia (crédito: divulgação)

Por falar em grandes marcas e franquias, a Nerd ao Cubo, que já trabalha com as principais licenças da cultura pop, como Star Wars, Dragon Ball Z, Playstation, XBOX, Rick and Morty, Mortal Kombat, Matrix, Game of Thrones, The Big Bang Theory, Flash, Westworld e Friends, acaba de fechar acordo com a Disney para o licenciamento de Marvel. “Na verdade, essa sempre foi a licença que mais queríamos ter, mas que, por uma série de fatores, não tínhamos conseguido”, comenta Santos, explicando que até então a empresa não tinha força financeira para ter a licença.

Durante a pandemia, o Nerd ao Cubo também percebeu uma mudança em relação ao seu público. “Sentimos que o público mais velho começou a consumir um pouco mais a Nerd ao Cubo. Isso foi bem interessante”, revela o fundador. Segundo Santos, na pandemia, a empresa tentou levar mais alegria para a caixa. “Fizemos muita coisa nostálgica também, o que ajudou a trazer um público mais velho para a caixa”.

Ainda em 2020, a companhia lançou o que chamou de Edições Limitadas, que expande a experiência das assinaturas para edições avulsas e focadas em franquias de enorme sucesso, como The Last Of UsRick and Morty e Dragon Ball. “Entendemos que havia um público que gostava do que fazíamos, mas que não queria se manter como assinante. Então, criamos as edições limitadas. É um produto que tem todo mês e é mais ou menos como uma edição para colecionador”, ressalta.

Além das vendas diretas ao consumidor, o Nerd ao Cubo vem crescendo sua presença no B2B, com suas caixas, chamadas de Cubos, que se transformam em veículos de mídia. Grandes anunciantes, como Coca-Cola e Colgate, já utilizaram os Cubos para divulgar seus produtos. A empresa também desenvolve coleções para venda de produtos no atacado, que podem ser produtos do seu portfólio de e-commerce ou coleções exclusivas para outras lojas.

O futuro

Com média de crescimento de 40% ao ano e mais de cem assets licenciados em seu portfólio, o Nerd ao Cubo planeja crescer 50% neste ano e lançar uma assinatura de dedicada a animes em 2022.  “É bem provável que tragamos algumas franquias. Por exemplo, uma parceria com a Crunchyroll, que é uma assinatura de streaming, e traga alguns dos animes deles. Até já estamos conversando com eles para isso acontece. Isso com certeza está nos planos para o ano que vem”, completa.

**Crédito da imagem no topo: Trendobjects/iStock