Temporada final é última oportunidade; Adidas, Oreo e Havaianas têm linhas licenciadas

“Desde que chegou às telas, em 2011, Game of Thrones influenciou o cenário do entretenimento, transcendendo o mundo de Westeros para o universo da cultura pop internacional.” Esta frase foi a principal motivação da Adidas Running ao lançar no último mês uma coleção de seis tênis para sua linha UltraBoost inspirada na série.

De fato, em oito anos, a produção da HBO tornou-se recordista em indicações e premiações recebidas no Emmy, viu sua audiência crescer continuamente e tornou-se também a série mais pirateada do mundo em todos os anos em que foi exibida. Baseada na saga As Crônicas de Gelo e Fogo, escrita por George R.R. Martin, a série não apenas conquistou, mas engajou uma legião de fãs por sua originalidade e pelo fato de que todo e qualquer personagem pode morrer a qualquer momento – inclusive os protagonistas.

Neste domingo (14), vai ao ar o primeiro episódio da última e final temporada de Game of Thrones, o que vem causando grande comoção entre o público; na própria HBO, que promove uma série de projetos em comemoração ao seu produto mais rentável; e para as marcas, que enxergam agora como uma última oportunidade para se conectarem com esse universo.

COLABORAÇÕES

Além da Adidas, nos últimos meses lançaram produtos oficiais com referências à série marcas como Oreo (biscoitos recheados), Urban Decay (maquiagem), Mountain Dew (refrigerante), Shake Shack (rede de fast food), e Havaianas (chinelos), por exemplo.

Já a Diageo preparou duas linhas distintas em parceria com a HBO. Em novembro de 2018 foi lançado o whisky White Walker by Johnnie Walker. Segundo Guilherme Martins, diretor da Reserve, departamento da empresa dedicado a tendências, o produto representou 50% do faturamento de Johnnie Walker globalmente. No Brasil, o produto foi o destilado mais vendido do e-commerce da marca na primeira semana, e a empresa chegou a vender uma garrafa do White Walker a cada dois minutos durante o primeiro mês. Recentemente, a empresa anunciou ainda uma edição limitada com oito bebidas: sete inspiradas nas casas e famílias da história e uma na Patrulha da Noite.

Por sua vez, a Samsung se une ao canal Cinemax, que pertence à HBO, para patrocinar o warm-up das temporadas antigas e o primeiro episódio desta nova no mercado brasileiro. A marca vai utilizar a parceria para divulgar o lançamento de sua nova TV 8K.

ATIVAÇÕES

Ao longo da história do programa, a emissora promoveu grandes ativações em espaços públicos, como colocar uma sombra de dragão em toda a fachada do prédio de sua sede em Los Angeles e cobrir metrópoles mundiais com corvos e a frase “All men must die” (“Todos os homens devem morrer”).

Neste ano, além dos tradicionais trailers e pôsteres, a HBO promoveu, sob o conceito For The Throne, projetos que permeiam por diferentes formatos e mídias. Na última edição do SXSW, o público encontrou a ação Bleed for the Throne, que, em alusão às mortes de centenas de personagens da ficção, unia-se à Cruz Vermelha americana para doação de sangue. A parceria com a entidade estendeu-se para outros países, que localmente incentivaram o público a Dar o seu sangue para salvar vidas.

O Trono de Ferro, símbolo do poder político da série, já havia viajado o mundo em convenções, feiras e livrarias. Mas no último mês de março a HBO foi além e escondeu seis réplicas ao redor do mundo. Pistas com a localização foram divulgadas nas redes oficiais da emissora, e um deles, o Trono de Valyria, foi encontrado na Praia de Beberibe, no Ceará. Os outros foram distribuídos no Reino Unido, Suécia, Espanha, Canadá e Estados Unidos. Quando reveladas, as peças ficam em exposição para interação com o público.

Também nas últimas semanas, um trono gigante esteve instalado no Rockefeller Center, no coração de Nova York, e a cidade de São Paulo entrou para a #RotaDoTrono ao receber o ícone na Pinacoteca, no Parque Burle Marx e no Shopping Center 3.

O canal convidou ainda 18 artistas de todo o mundo para criar obras de arte inspiradas na série. O tradicional Show das Águas do hotel Bellagio, de Las Vegas, também ganhou sua versão Westeros em celebração ao início dessa última temporada.

Embedded video

Já em parceria com a Columbia Records, o canal desenvolveu o projeto musical For The Throne (Music Inspired by the HBO Series Game of Thrones), a primeira colaboração da emissora para uma trilha sonora específica da série. O álbum será lançado globalmente no próximo dia 26 e trará músicas inéditas de nomes da atualidade, como Ellie Goulding, Mumford & Sons, SZA, The Lumineers, The Weeknd e Travis Scott. As gravações serão disponibilizadas em 11 edições diferentes em vinil: nove representando casas da série, uma o fogo e o gelo, e outra em versão standard.

DIGITAL

Uma das grandes fortalezas da comunicação da série é o trabalho multitelas realizado com os fãs, que são constantemente instigados pelo canal a compartilhar conteúdo. Pode ser uma das milhares de teorias (sejam elas muito coerentes ou completamente malucas), uma cena preferida ou a expectativa do próximo episódio – só não vale spoiler.

No país, a hashtag DominGoT domina as redes sociais no dia da exibição de Game of Thrones, e em todo o mundo a HBO utiliza desde vídeos 360, lives com anúncios globais, bots e perfis com enigmas da série no Instagram para interagir com os usuários.

Além disso, é com frequência que as marcas utilizam elementos e acontecimentos da saga para brincar com seus seguidores.

Divulgação

NOVO CAPÍTULO

O final de Game of Thrones não significa que o universo da série vai acabar para a HBO. A emissora anunciou planos para transformar diversas locações na Irlanda do Norte em experiências turísticas. A região, assim como outros cenários europeus onde a série é gravada, já recebe atualmente fãs da série.

A emissora também já encomendou o piloto de um spin-off que contará a história dos heróis de Westeros e o início dos White Walkers. A HBO discute ainda outros quatro projetos ligados à saga.

Para os fãs, também não é o momento de se despedir. Os livros de As Crônicas de Gelo e Fogo ainda não tiveram um desfecho: a obra literária tem publicados apenas cinco dos sete volumes previstos.

Fonte: Propmark