Todos os posts da categoria: Notícias
28out
Samsung e Fortnite unem forças para combater o cyberbullying
NotíciasDeixe um comentário

Glow, a skin exclusiva da Samsung é a primeira que pode ser doada dentro do jogo de Fortnite para qualquer usuário que joga usando apenas a skin padrão.

Uma nova onda mundial de cyberbullying está surgindo entre os jogadores de Fortnite: é o bullying contra jogadores “Defaults”.

Para quem não sabe, um jogador “Default” é aquele que usa a skin básica do jogo. Geralmente, são jovens que, por questões econômicas, não podem comprar novos itens no Fortnite. E como o jogo é altamente customizável, com diferentes skins, danças, picaretas e sprays, o jogador “Default” sofre bullying nas escolas, entre grupo de amigos, e também nas redes sociais.

Para divulgar o novo Galaxy Tab S6, da Samsung, a Cheil Brasil criou a campanha “Antibullying Skin” em parceria com Fortnite. Essa campanha promove a doação de Skins Glow para aqueles jogadores que não podem pagar por um item cosmético no jogo.

A ação contará com os maiores streamers de Fortnite do Brasil para isso: Flakes Power, Alanzoka, Kim Patriota, Sharshock, Zerobadass, Melany Lee. Juntos, eles somam mais de 18 milhões de seguidores.

Durante a live, os streamers utilizarão seus Galaxy Tab S6, mostrando como é fácil jogar com a Glow e também interagindo e convidando a sua base de seguidores a participar no combate ao cyberbullying, doando a skin para aqueles amigos que são “Defaults”.

Uma skin do Fortnite, custa em média 60 reais, e não é transferível. Pensando nisso, a Samsung Global criou a Skin Glow, que pode ser doada por qualquer aparelho da família Galaxy para outro, e, também, para qualquer aparelho de outras marcas. A iniciativa visa acabar de uma vez com o cyberbullying contra “Defaults”.

A Glow está disponível, gratuitamente, para toda família Galaxy.

Fonte: Promoview.

Leia Mais
25out
Brasileiros esperam mais ativismo de marcas, diz pesquisa
NotíciasDeixe um comentário

Em novo estudo, Ipsos mapeia causas mais relevantes para os brasileiros e o que esperam de marcas “cidadãs”

Karina Balan Julio
24 de outubro de 2019 – 11h29

Colin Kaepernick, ex-quarterback do San Francisco, em campanha da Nike (Crédito: Reprodução/Nike)

Sete em cada dez brasileiros esperam que marcas invistam mais em causas, além de acreditar que empresas vêm contribuindo muito mais para a sociedade do que no passado. É o que mostra uma nova pesquisa sobre marketing de causas da Ipsos, apresentada nesta quinta-feira, 24, durante um fórum sobre o tema realizado pelo instituto junto ao Instituto Ayrton Senna, agência Cause e ESPM, em São Paulo.

O estudo foi feito durante o mês de setembro com 1,2 mil brasileiros das classes A, B e C, e descobriu que 30% das pessoas já compraram algum produto que destina parte de sua receita a uma causa social, ambiental ou cultural. Outros 23% já optaram por comprar um produto que ajudava a uma causa, em vez de uma marca concorrente.

A preocupação com a cadeia produtiva das empresas também cresce entre os brasileiros: 13% já se informaram sobre as práticas internas de uma marca antes de adquirir um produto. Quando questionados sobre os fatores que tornam uma empresa uma marca cidadã, os participantes da pesquisa apontaram a redução de seu impacto ambiental, a responsabilidade na cadeia de valor e a não-discriminação de raça e gênero em suas estruturas, por exemplo.

“A comunicação já foi protagonista na construção de marca. No passado, marcas se construíam apenas com comunicação, mas hoje não podem fazer promessas que não estejam associadas ao seu propósito. Sites como Reclame Aqui e redes sociais tem ajudado a evidenciar quando uma ação é oportunismo”, afirma André Galiano, head latam da Ipsos Strategy3.

“Em vez de gerar valor apenas para acionistas, empresas começaram a gerar valor para outros stakeholders, agora pensando em termos de governança social, ambiental e em gerar valor para seus funcionários. Não adianta pensar só no produto, mas no processo produtivo e em como ele chegou até o consumidor”, acrescenta Francine Lemos, sócia e diretora executiva da agência Cause.

Resistência do mercado

A pesquisa também entrevistou executivos que são membros do conselho da Ipsos e descobriu que, apesar do maior engajamento do consumidor com ações ligadas a causas, 71% dos executivos não acreditam que uma empresa precisa necessariamente se posicionar para prosperar. Além disso, 60% acreditam que consumidores estão dispostos a ignorar marcas apáticas, desde que o produto seja bom.

“Alguns consumidores estão até disposto a pagar mais por marcas que se posicionem, mas existe resistência das empresas por conta do risco que existe nesse posicionamento”, afirma André. Como exemplo, ele cita a campanha da Nike estrelada pelo jogador Colin Kaepernick, no ano passado, a qual gerou manifestações de apoio e ameaças de boicote.

Entre todos os participantes da pesquisa da Ipsos, 29% já ouviram falar do termo “marketing de causa”, índice que é maior entre jovens da geração Z e classe A – de 38% e 55%, respectivamente. Para as novas gerações, o impacto social da marca é tão determinante quanto atributos como qualidade e preço do produto. “Vejo que há uma miopia por parte das empresas e um foco muito grande no curto prazo. Muitas estão menosprezando a transformação radical que haverá com a virada de geração, e quando a geração Z ganhar maior poder de compra”, afirma Francine.

Ainda, 20% dos consultados acreditam que líderes de negócios são confiáveis, mas 31% acham que não são confiáveis. Já o índice de confiança em líderes publicitários é de apenas 17%, versus 37% que não confiam nesses líderes.

Para que ganhem mais credibilidade, marcas precisam trabalhar causas de forma recorrente. “Campanhas já foram feitas de maneira pontual, mas sempre alertamos que causa é um compromisso de longo prazo. É algo que pode melhorar a reputação da empresa, mas a coloca em risco ao mesmo tempo, porque se não refletir ações concretas pode fazer com que a pessoa confie ainda menos”, opina Francine.

Causas mais relevantes

Quando questionados sobre as causas que acham mais importantes, 79% apontaram o combate à fome e à pobreza. Em segundo lugar, com 69% das resposta, está a preocupação com o acesso a água potável e saneamento básico por todos. O oferecimento de educação e oportunidades de aprendizagem a todos apareceu em terceiro lugar, com 63% das respostas.

Na avaliação de Francine, empresas têm potencial para explorar temas pouco abordados no mundo das causas. “Elas têm que encontrar o match entre seu propósito e uma causa, para que não entrem em um assunto apenas porque está na moda, entendendo genuinamente as tensões e dores de seu público”, finaliza.

Fonte: Meio & Mensagem

 

Leia Mais
25out
Mara Ronchi: “A Disney está atenta aos geeks e gamers”
NotíciasDeixe um comentário

Director licensing toys & FHB da Disney fala sobre a diversificação de targets e do foco em ações de Frozen 2

As áreas de licenciamento representam importante fonte de renda e de ampliação do alcance das marcas junto ao público. Na Disney, um dos maiores conglomerados de entretenimento do mundo, o cenário não poderia ser diferente.

A empresa, dona de relevantes títulos do cinema e de franquias como Star Wars e Marvel, considera este mercado como “essencial para perpetuar a magia de suas histórias”.

Nesta entrevista, Mara Ronchi, director licensing toys & FHB da Disney, explica o trabalho que vem realizando, fala sobre a diversificação de targets e reforça o foco atual no desenvolvimento e ativações de produtos e experiências de Frozen 2.

Mara Ronchi: animação Frozen 2 é “prioridade máxima” para a companhia

RELEVÂNCIA
A importância da área para a companhia e para o Brasil é muito grande. A gente investe continuamente no portfólio de marcas e propriedades e no desenvolvimento de novos conteúdos. Todo esse portfólio de franquias é baseado em histórias que têm um valor especial, único. Para darmos continuidade a elas, a área de produtos e consumo é essencial. Ela permite à Disney perpetuar essa magia e ir além das telas, adentrando as casas das famílias. Nossos investimentos são significativos para crescer a área no Brasil. O país é, por exemplo, o quarto maior mercado fora dos EUA para produtos Marvel – atrás de Reino Unido, França e México. Olhamos muito também para o calendário de eventos e sazonalidades, como Dia das Crianças, volta às aulas, férias e Natal. Quando temos um lançamento importante, como o Frozen 2, o investimento também é alto.

PRIORIDADE
Frozen 2 é uma prioridade máxima para a The Walt Disney Company Brasil. A animação é muito querida por aqui desde a estreia do primeiro filme, em 2014. Agora, com a segunda animação nos cinemas brasileiros a partir de 2 de janeiro de 2020, a gente tem uma expectativa gigante para que todo esse sucesso se estenda para a área de produtos de consumo. Devemos chegar a aproximadamente 800 SKUs. Estamos trabalhando com o desenvolvimento de produtos há mais de dois anos. Mesmo sendo muito popular entre as crianças, teremos produtos para pessoas de todas as idades. Muitos deles já foram lançados globalmente na iniciativa Frozen Fan Fest, na qual influenciadores revelaram junto ao elenco do filme os novos produtos.

ESTRATÉGIA LOCAL
Muitos dos itens que nossos parceiros licenciados vendem por aqui são desenvolvidos e produzidos fora do Brasil. É o caso das bonecas Frozen 2, da Hasbro. Já outras linhas de produtos têm desenvolvimento, projeto, concepção de conceito e produção brasileiras – sendo, inclusive, aprovados por uma equipe daqui que atua no escritório de São Paulo; dentre inúmeros exemplos, cito a linha de quebra-cabeças da Toyster. A gente acompanha ainda todas as ativações de marketing e varejo realizadas localmente.

EXPERIÊNCIAS
O nosso planejamento prevê presença em mais de 3 mil pontos de venda com comunicação de Frozen 2. Serão ativações com dispositivos de realidade aumentada e vitrines interativas em lojas de vestuário, por exemplo. Também teremos um evento em um shopping de São Paulo com a presença de Fábio Porchat (que dá voz ao personagem Olaf). Ele vai fazer um unboxing revelando novidades licenciadas da franquia e o público será convidado ainda a percorrer varejistas parceiros – onde vai conseguir desbloquear conteúdos no app Disney Scan. Esse evento deve abrir a temporada de Natal de toda a rede de shoppings da brMalls.

AMPLIAÇÃO DE PÚBLICO
Um dos nossos objetivos é a ampliação de target. Algumas categorias, como acessórios e vestuário, têm penetração muito grande pro jovem adulto. Com Star Wars temos ativações importantes a partir desse mês para dar suporte ao episódio IX, A Ascensão Skywalker, que chega aos cinemas em 19 de dezembro. Com Marvel, tivemos ações na BGS e estamos nos preparando para a CCXP, no fim do ano. A Disney está muito atenta aos públicos geek e gamer, inclusive desenvolvendo produtos exclusivos para eles. A aquisição da Fox também vem nos permitindo trabalhar em um calendário bastante promissor para os próximos anos. Atuamos com brinquedos, alimentos, itens de cuidados pessoais, roupas, acessórios, calçados, roupas de cama, decoração, eletrônicos, tecnologia, atividades, jogos digitais e publicações em livros. Estamos continuamente avaliando a indústria e buscando parceiros para estarem conosco nessa jornada oferecendo diferentes níveis de preços e presença em múltiplos canais.

Fonte: Propmark

Leia Mais
25out
The Art of the Brick DC Super Heroes tem dia gratuito no Brasil
NotíciasDeixe um comentário

Realizada pela Peeb Experiências Cultuais, exposição tem patrocínio da Qualicorp e apoio do Ministério da Cidadania e da Colgate

A The Art Of The Brick DC Super Heroes terá entrada gratuita na terça (29). A temporada no Brasil, realizada pela PEEB Experiências Culturais, integra a celebração dos 80 anos do Batman. São 138 obras de arte montadas pelo artista Nathan Sawaya com mais de dois milhões de blocos Lego.

Realizada no Museu da Cidade de São Paulo, a exposição é inspirada também nos personagens Superman, Mulher Maravilha, Coringa e outros heróis e vilões da DC Comics.

O público pode retirar seu ingresso gratuitamente pelo site, escolhendo a sessão desejada, ou pela bilheteria antecipadamente. São 2.500 ingressos disponíveis, limitado a quatro unidades por CPF.

O Brasil foi o primeiro país a receber a exposição após a temporada na Europa – onde foi visitada por mais de meio milhão de pessoas em Madri, Londres e Paris. A exposição tem patrocínio da Qualicorp e apoio do Ministério da Cidadania e da Colgate.

Leia Mais
24out
Lotus Global Marketing no Kids Festival
NotíciasDeixe um comentário

A Lotus Global participa do evento Kids Festival 2019.

Confira os horários nas fotos!

Compre ingressos aqui: http://bit.ly/2J9KIGb

Saiba mais:

www.kidsfestivalsp.com.br

Fonte: Lotus Global Marketing

Leia Mais
24out
De Friends a Vingadores: decorações temáticas em imóveis para alugar buscam atrair fãs
NotíciasDeixe um comentário
Os apartamentos fazem sucesso na internet
Os apartamentos fazem sucesso na internet
Ana Clara Veloso
Já imaginou se hospedar na casa do seu personagem favorito? Quem ama Friends, seriado americano que completa 25 anos em 2019, pode ter essa sensação alugando um estúdio no bairro Pantanal, em Florianópolis, Santa Catarina, região Sul do país.
Disponível no Airbnb, o imóvel é cheio de referências ao apartamento de Monica Geller, uma das protagonistas da produção, interpretada por Courteney Cox. E essa não é a única hospedagem temática que pode ser achada no site. Os anfitriões criativos têm também cômodos no Brasil para fãs de Vingadores, da Liga da Justiça e do cantor Alceu Valença.

Alejandro Mazza, de 30 anos, é o dono do famoso apartamento com a porta lilás e a moldura amarela, que pode receber até três pessoas. Para pernoitar, o grupo desembolsa cerca de R$ 150.

O apartamento de Monica Geller foi reproduzido em Santa Catarina
O apartamento de Monica Geller foi reproduzido em Santa Catarina

— O objetivo é oferecer algo a mais do que uma simples hospedagem. Uma experiência sensorial: o studio tem os boxes da série para fãs assistirem, jogos de tabuleiros que os personagens tinham, quadros originais que compramos nos Estados Unidos. Fazer só mais um apartamento cairia no lugar comum — avalia Alejandro.

Já não há datas disponíveis para alugá-lo até o fim deste ano. O sucesso da iniciativa também é confirmada pela nota máxima que o estúdio tem na plataforma, recebida por todos os hóspedes.

Para herói nenhum colocar defeito

Em Goiânia, no Estado de Goiás, dois apartamentos são voltados para os fãs de heróis. No imóvel que homenageia os Vingadores, a sala tem o Homem de Ferro estampado em um papel de parede, um sofá vermelho e almofadas com referências a vários personagens, e o tapete lembrando o escudo do Capitão América. Além disso, há um quarto inspirado no universo do Homem Aranha; e outro, no universo do Capitão América.

Papel de parede ajuda a decorar sala
Papel de parede ajuda a decorar sala

Cerca de 50 bonecos, brinquedos e imãs também ajudam a criar o clima para quem curte os quadrinhos da Marvel.

Diária no apartamento custa R$ 200
Diária no apartamento custa R$ 200

Outro apartamento, do mesmo dono, homenageia a Liga da Justiça. Há um quarto dedicado ao Super-Homem e outro ao Hulk, além da sala com o papel de parede do personagem Lanterna Verde, um inusitado sofá verde, e outras referências à DC Comics.

Em ambos os casos, a diária custa R$ 200, para até cinco pessoas, em cada apartamento.

Som na caixa para curtir

A inscrição grafitada no muro “Eu subo e descubro que a vida é feito ladeiras…” já dá a dica para quem passa em frente ao imóvel. O cantor Alceu Valença e suas músicas são a inspiração para a decoração de um sobrado em Olinda, Pernambuco. No interior do casarão, almofadas temáticas, fotos e as iniciais do artista aparecem para deixar a vontade quem é fã do artista.

O casarão fica em Olinda, Pernambuco
O casarão fica em Olinda, Pernambuco

Custando R$ 399 por dia, o sobrado histórico acomoda até três pessoas e tem a oferecer uma área externa com jardim e chuveirão.

Casa da Barbie, em Malibu, fica disponível nesta quarta-feira

Em comemoração aos 60 anos da boneca, nesta quarta-feira, a partir das 15h, o Airbnb oferecerá a quatro pessoas a possibilidade de se hospedarem por duas noites na Casa dos Sonhos da Barbie, em Los Angeles (EUA). Como no brinquedo, o imóvel conta com piscina (com borda infinita e vista para a costa da Califórnia), toboágua, cinema, espaço para meditação, cozinha equipada e pátio para refeições ao ar livre.

A casa da Barbie estará disponível para duas diárias
A casa da Barbie estará disponível para duas diárias

O check-in deverá ser feito em 27 de outubro e o check-out, no dia 29, por cerca de R$ 250 a diária (US$ 60). A experiência ainda dará direito a: encontro com a cabeleireira e empreendedora Jen Atkin e transformação de visual com os cabeleireiros do Mane Addicts Creator Collective; aula individual de esgrima com a medalhista olímpica Ibtihaj Muhammad; aula de culinária com Gina Clarke-Helm, dona da Malibu Seaside Chef; e passeio no Columbia Memorial Space Center com a piloto e engenheira aeroespacial Jill Meyers.

Fonte: Extra.Globo

Leia Mais
24out
Campanha Abral: Pirataria não é Brincadeira
NotíciasDeixe um comentário

Sergio Moro divulgou em suas redes sociais essa importante campanha de combate a pirataria, agora com o apoio da Senacon, Inmetro e CNCP.

Com o mote “Pirataria não é Brincadeira”, foi lançada em 2018 uma campanha antipirataria, fruto de uma parceria entre as programadoras Globosat (por meio de sua Unidade Infantil, composta pelo Gloob e Gloobinho), Viacom (detentora dos canais Nickelodeon e Nick Jr), Turner Brasil (com os canais TNT, Space, TBS, Cartoon Network e Boomerang) e Discovery (programadora da Discovery Kids), a Associação Brasileira de Licenciamento de Marcas e Personagens (ABRAL) e EP Grupo.

A ação tem como objetivo estimular a conscientização do consumidor para os riscos envolvidos na compra de produtos infantis piratas.

Para tratar desse tema sério de uma maneira mais leve e divertida, a campanha será composta por seis vídeos que mostram as aventuras da Liga Adulterada, um conjunto de bonecos infantis piratas, que ameaçam a segurança das crianças e de suas famílias.

A Liga é composta pelo personagens Capitão Pirata, o líder do contrabando; Dra. Tinta Tóxica, que derrete não somente corações, como também nariz, olho, boca e pele; Mulher Chumbo, que literalmente tira o ar do adversário e causa danos irreparáveis ao cérebro; Falsiane Doll, que de verdadeira não tem absolutamente nada; e o Superlixo Hospitalar, que contagia a todos com seu bom humor, mas também com suas seringas prensadas. Para combater esse grupo maligno, o 100% original Super Comandante Fantastincrível é o único herói capaz de salvar a todos dos perigos da pirataria.

Vamos juntos aderir a essa importante campanha #piratarianãoébrincadeira

Fonte: Abral

Leia Mais
24out
O jogos dos influenciadores
NotíciasDeixe um comentário

A ascensão de influenciadores mostra a capacidade desse novo ecossistema na projeção de personagens globais, seja na posição de streamer (jogadores que transmitem seus jogos ao vivo), pró-players (jogadores profissionais que disputam competições oficiais) ou apenas criadores de conteúdo sobre games

Por Amanda Schnaider e Renato Rogenski

Em 6 de março, milhares de torcedores se espremiam no Estádio Parque dos Príncipes, em Paris, para acompanhar a partida de futebol entre Paris Saint-Germain e Manchester United, que valia a classificação para a próxima fase da Uefa Champions League. Enquanto isso, nas arquibancadas, os holofotes estavam em Neymar que, fora de combate por lesão, tietava o streamer Tyler Blevins, estrela do jogo Fortnite. Quem se surpreendeu com a cena provavelmente não sabia que o atacante brasileiro do PSG é só mais um fã entre os milhões que Ninja, como é conhecido, tem pelo mundo. Atualmente, ele tem 22,4 milhões de inscritos em seu canal no YouTube e mais de 2,4 milhões de seguidores na plataforma de streaming Mixer, da Microsoft, onde está desde agosto.

Muitos além do universo dos games, o poder de influência de Ninja já extrapolou a barreira dos consoles, PCs e smartphones, colocando seu rosto em programas de TV e publicidades de marcas de vários segmentos. Aos 28 anos, fatura até US$ 500 mil mensais jogando. A ascensão de figuras como Ninja mostra a capacidade desse novo ecossistema na projeção de personagens globais, seja na posição de streamer (jogadores que transmitem seus jogos ao vivo), pró-players (jogadores profissionais que disputam competições oficiais) ou apenas criadores de conteúdo sobre games.

Ninja na final do Mundial de Fortnite 2019: streamer é um dos mais bem pagos do mundo

No Brasil, nomes como Pedro Afonso (Rezende), Marco Túlio (Authentic Games), Pac e Mike (Tazercraft), Leon e Nice (Coisa de Nerd), Bibi Tatto e Malena se tornaram conhecidos também fora dos limites do público que acompanha o universo gamer. Além dessa popularidade, o aumento da audiência fez com que esse influenciador se relacionasse profissionalmente também com as plataformas de streaming como Twitch, Mixer, Facebook Gaming e YouTube Gaming; as marcas, que querem incorporar os atributos dos jogadores em suas ações; e a imprensa, que passou a demandar entrevistas e a participações dos influenciadores nos mais diversos formatos.

Explosão midiática

Como aconteceu com outras indústrias, a explosão do meio digital potencializou a produção, distribuição e repercussão de conteúdo sobre games, assim como ajudou a popularizar a experiência de jogos online. A democratização dos smartphones acelerou o processo ainda mais. Começaram então a surgir os influenciadores do segmento, divididos, basicamente, em três atividades: os criadores de conteúdo, os streamers e os jogadores profissionais.

Antes mesmo do boom dos e-sports e do surgimento das plataformas de streaming, os vídeos com conteúdo de games já começavam conquistar audiência, como lembra Fernanda Domingues, CEO da FD Comunicação, assessoria especializada no universo gamer. “Tudo começou com os influenciadores que têm canal no YouTube. Há pelo menos dez anos eles têm jogado, analisado ou opinado sobre os games. Os mais sérios funcionam como críticos, apontando os prós e contras dos jogos. Outros levantam as histórias dos games, seus criadores, misturam com curiosidades nerds e levam conhecimento aos fãs. Por fim, há aqueles que simplesmente jogam e mostram alguns passos que muitas vezes ajudam o expectador a evoluir no jogo”, explica.

Shows do canal Authentic Games, criado por Marco Tulio, foram assistidos por mais de 400 mil pessoas

Mas há exceções. Marco Tulio lançou em 2011 o canal Authentic Games, que atualmente conta com 17,7 milhões de inscritos no YouTube. Com base no universo de Minecraft, ele usa a plataforma para desenvolver histórias e aventuras. “Muita gente acha que, por ser um gamer, faço vídeos ensinando a jogar. Não é isso. É quase como um desenho animado que se passa dentro de um jogo. E as crianças assistem ao canal como entretenimento mesmo”, afirma. Apesar de ter o canal na plataforma de vídeos do Google como hub para tudo que faz, Marco não se considera só um youtuber, mas um artista. Além de 300 produtos licenciados no mercado, a empresa Authentic Games tem uma escola de programação em Belo Horizonte com mais de mil alunos e um show que já levou mais de 400 mil pessoas aos teatros.

Gustavo Sanches, ou Davy Jones, criador do canal Gameplayrj (7,79 milhões de inscritos), também vê sua atuação para além do simples streaming. Antes mesmo de criar conteúdo de forma mais profissional, o influenciador já via oportunidades de negócio. Ele trabalhou na área comercial da Ipiranga de 2011 a 2012 quando ganhou um concurso de criadores de conteúdo do YouTube, o NextUp, e com o dinheiro do prêmio, começou a investir em seu canal. “Meu conteúdo sempre foi de entretenimento e com o passar dos anos fui evoluindo. Hoje faço vlog sobre notícias de videogame e lives por meio de uma parceria com o Facebook”, explica.

As plataformas de transmissão de jogos ganharam força nos últimos cinco anos após perceberem que as lives tinham público e potencial, atraindo muito investimento de grandes empresas de tecnologia. Entre as principais estão Twitch, da Amazon; Mixer, da Microsoft; Facebook Gaming e YouTube Gaming. Nos próximos meses, estão previstos os lançamentos de Stadia, do Google; e Arcade, da Apple. De acordo com o ­Facebook, todos os meses mais de 700 milhões de pessoas jogam, assistem ou interagem com grupos na plataforma da companhia. Além disso, a consultoria NewZoo revelou que em julho deste ano, a Twitch, da Amazon, e o YouTube tiveram quase 600 milhões de horas de partidas assistidas ao vivo, sendo 152,1 milhões de horas no YouTube e 434,4 milhões na Twitch.

De olho nessa audiência crescente e com objetivo de rentabilizar ainda mais o seu trabalho, tanto os jogadores profissionais quanto os influenciadores começaram a investir mais nas live streams. “Quando eu abri minha primeira stream estava no final do curso de publicidade e já via um potencial de mercado para o formato, mesmo quando ainda pouca gente me assistia. As coisas foram evoluindo e consegui um contrato mais estável, quando pude pedir demissão da agência para me dedicar à carreira de streamer”, conta Bianca Lula, a Thaiga, da paiN Gaming, equipe brasileira de esportes eletrônicos criada em 2010.

Seja ao vivo, com vídeos no YouTube ou em partidas oficiais, os influenciadores desse universo conseguem estabelecer um elo poderoso com o público que os assistem. “Essa conexão que sinto com eles é muito real”, revela a youtuber Camila Silveira, mais conhecida como Camilota XP, que também é atriz, streamer e apresentadora do Circuito Desafiante, porta de entrada para o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL).

Além dos criadores de conteúdo e streamers, uma nova figura de influência tem conquistado público e ganhado o holofote das mídias e marcas: o jogador profissional. As competições de e-sports — mercado que deve movimentar uma receita de mais de US$ 1 bilhão em 2019, segundo a Newzoo — foram os principais impulsionadores desses influencers. “Eles fazem parte de uma equipe, jogam um jogo, têm salários, treinam diariamente, têm apoio psicológico, nutricionista, atividade física e participam de campeonatos oficiais, além de ganhar prêmios quando vencem. Como jogadores de futebol, eles também têm passe”, explica Fernanda Domingues. Para a youtuber e streamer Malena Riskevich Nunes (5,86 milhões de inscritos no YouTube), pró-players têm uma vantagem em relação a outros influenciadores, já que podem ser comparados aos esportistas tradicionais, o que facilita o entendimento por parte de patrocinadores. “Para jogar videogame também é necessário treino, dedicação e muita habilidade. Logo, quem joga é, de fato, um atleta”, pontua.

Profissionalização

Com a necessidade de se relacionar com tantas partes diferentes, alguns influenciadores começaram a se organizar e montar equipes de apoio. Ao mesmo tempo, surgiram empresas focadas em dar suporte para a carreiras dos gamers, seja no trabalho de agenciamento, na assessoria de comunicação ou numa mistura de ambas. “O trabalho dos criadores de conteúdo é árduo e requer muita dedicação, além de demandar gestão como toda grande empresa”, afirma Marco Tulio.

Na esteira deste processo, há operações como a Go4it, empresa que investe em games e esportes e que atua no modelo de venture builder, construindo startups com recurso próprios. Um de seus principais projetos é a plataforma Final Level que, com um pouco mais de um ano de lançamento, já reúne mais de 3,5 milhões de inscritos no YouTube e mais de 1,7 milhão de seguidores no Instagram. Seus conteúdos são produzidos por influenciadores a partir da Gameland, uma mansão no Rio de Janeiro que funciona também como um estúdio, onde os gamers trabalham e moram.

Fernanda Lobão, na Gameland: mansão abriga influenciadores para gerar conteúdo

“No começo, o projeto tinha uma mentalidade de TV e passamos a exigir um profissionalismo que muitos dos influenciadores não estavam acostumados”, explica Fernanda Lobão, CEO da Final Level. “Eles trabalhavam sozinhos, em seus quartos, fazendo conteúdo com tudo da cabeça deles. É um modelo disruptivo com aprendizado dos dois lados. Da nossa parte, tivemos que largar um pouco a mão do preciosismo do que seria uma produção nos moldes mais próximos de um canal de TV e dar mais liberdade de criação.” Para a executiva, o ponto principal para as empresas que se relacionam com esses influenciadores é ter empatia. A Final Level também é um hub de cocriação de projetos especiais para marcas como Oi, Smart Fit e iFood.

Influenciadores e outros especialistas em games acreditam que muitas marcas e agências ainda não entenderam as particularidades desse universo e suas possibilidades. Segundo Marco Tulio, grande parte do mercado não percebeu que o mundo dos criadores de conteúdo não pode ser usado apenas como um novo veículo de mídia para exibir a mesma campanha que se faz no offline. “Os influenciadores já têm personalidade, modo próprio de falar, sabem como e o que precisam fazer para que a mensagem chegue ao seu público”, avalia.

Em muitos casos, a profundidade estratégica dá lugar a ações pontuais com poucas chances de construir algo que realmente consiga aproveitar o potencial do influenciador. Thaiga, da paiN Gaming, diz que as marcas costumam ter abordagens superficiais, querendo saber o preço de um Story ou um de post no Instagram, por exemplo. “Se uma marca quer entrar com um produtor de conteúdo que tem esse nível de intimidade que o mundo gamer tem, é muito mais legal fazer uma ação e gerar uma ligação real”, reforça.

“O trabalho dos criadores de conteúdo é árduo e requer muita dedicação, além de demandar gestão como toda grande empresa” – Marco TulioNinja

Da mesma forma que algumas marcas ainda não entenderam como se inserir neste novo contexto, muitos influenciadores não entenderam a dimensão de seu papel e de que forma catalisar positivamente, por meio de uma gestão profissional de sua carreira. É para preencher esse gap que Fernanda Domingues fundou a FD Comunicação, empresa de PR, mídias sociais e consultoria especializada em games e e-sports. Em 20 anos de atuação a agência colaborou no lançamento de mais de mil jogos no Brasil, segundo a executiva, atendendo a publishers como Riot, Valve, Capcom e Bandai Namco. Atualmente trabalha para marcas como Bethesda, Niantic (Pokémon:GO e Harry Potter) e Oasis Games, além do influenciador Zangado. Esse portfólio é conquistado graças a um olhar estratégico que nem sempre está entre as prioridades do influencer. “O importante é olhar o engajamento, o tipo de jogo que o influenciador publica e os dados da audiência por idade, classe social e até mesmo localização geográfica”, sugere Fernanda Domingues.

Game original

O terceiro episódio da série Jornada Gamer, publicado no canal Meio & Mensagem no YouTube, mostra como os produtores de conteúdo do universo dos games trabalham numa linguagem própria para engajar consumidores, desenvolvendo estratégias e ações de marcas.

Fonte: Meio & Mensagem
Leia Mais
24out
CCXP convoca o público para criar o “trailer dos trailers”
NotíciasDeixe um comentário

Sugestões mais criativas devem ajudar a criar filme da campanha “O mundo de todos os mundos”.

CCXP – Comic Con Experience quer reforçar o posicionamento do festival de ser um espaço onde todos os mundos e subgêneros da cultura pop se encontram e coexistem.

Para isso, o festival convida o público a criar um trailer unindo trechos de histórias conhecidas e referências de filmes, animes, games e outros nichos do entretenimento.

As sugestões mais criativas e divertidas ajudarão a compor o filme principal da campanha “O mundo de todos os mundos”.

Para participar, interessados devem comentar no post que apresenta o teaser.

sexta edição da CCXP acontece de 5 a 8 de dezembro, em São Paulo. Em 2018, o festival recebeu 262 mil visitantes, batendo recorde de público.

Fonte: Promoview.

Leia Mais
24out
Capricho Shoes lança nova coleção em evento com influencers
NotíciasDeixe um comentário

A marca lançou sua coleção 2020 de tênis e sandálias em evento contando com a presença de influencers e integrantes da Galera Capricho.

 

Com conceito “Do seu jeito”, a Capricho Shoes realizou o lançamento de sua nova coleção de tênis e sandálias nesta terça-feira (22/10) na hamburgueria temática vintage Zé do Hambúrguer. O evento exclusivo contou com aproximadamente 40 convidados, entre eles, as meninas da Galera Capricho e influenciadoras como Júlia Gomes (@julinhagomes), Giu Nassa (@giunassa) e Júlia Olliver (@jujuolliver).

O evento contou com uma oficina de customização dos slides, promotoras fotografando os convidados com câmeras de revelação instantânea, além de um incrível espaço instagramável de balanço. Foram servidos mini-hambúrgueres, batata-frita, milkshakes, limonada, chás e refrigerantes da casa.

Todas as convidadas ganharam um tênis no modelo Likes Class Colorê Platform e um Slide branco, com o direito de fazer uma customização especial pela artista Karol Stefanini.

Todos os modelos poderão ser encontrados a partir de Novembro/Dezembro.

Onde encontrar:

Dafiti – https://www.dafiti.com.br/

Netshoes – https://www.netshoes.com.br/

Calçados Online – https://www.calcadosonline.com.br/

Katy Calçados – https://www.katy.com.br/

Pontal Calçados – https://www.pontal.com.br/

 

Sobre a Redibra:

Agência de licenciamento de marcas, com 55 anos de história, trabalha um seleto portfólio de marcas como: Coca-Cola, Nintendo, Capricho, Galinha Pintadinha e Chevrolet. E no R.Lab, um espaço de mentoria e inovação no licenciamento de novos conteúdos nacionais, possuem marcas como o desenho infantil Boris e Rufus, Chocolix e Any Malu.  A Redibra é conhecida por seu planejamento estratégico para a gestão das marcas e total suporte aos parceiros.

 

Para entrar em contato com a Redibra:

Site: www.redibra.com.br

Facebook: www.facebook.com/redibra

Linkedin: www.linkedin.com/company/redibra-licensing

Instagram: www.instagram.com/redibra

Telefone: 55 11 3383 1616

E-mail: redibra@redibra.com.br

Fonte: Redibra

 

Leia Mais

Arquivos

PRÓXIMOS EVENTOS

jan
1
ter
dia inteiro EXPO BRASIL FEIRAS @SUL, SUDESTE E NORDESTE – BRASIL
EXPO BRASIL FEIRAS @SUL, SUDESTE E NORDESTE – BRASIL
jan 1 – dez 31 dia inteiro
Evento itinerante SUL, SUDESTE E NORDESTE – BRASIL

INSTAGRAM ABRAL

  • Cavaleiros da Netflix tem 2 parte da 1 temporada confirmada
  • O servio de streaming Disney estreou nesta terafeira 12 nos
  • RSV lana linha de roupas da NBA  Com um
  • Heineken F1 Festival  Senna Tribute emociona fs e pilotos
  • Novo Vdeo na Rdio Bita  Aquarela  Mundo Bita
  • Ben 10 e DC Super Hero Girls chegam aos cinemas
  • Mundo Bita e NIG Brinquedos Para os fs de Mundo
  • culos de sol pirata podem provocar queimadura na crnea
  • Call of Duty Modern Warfare chegou ao mercado quebrando recordes!
  • Marcas entraram no hit Caneta Azul para o Enem
  • Boris e Rufus so tema da 4 Parada Park Pet
  • CocaCola apresenta 1 garrafa feita de lixo retirado dos oceanos