Todos os posts da categoria: Notícias
04fev
Endemol terá nova SVP comercial de branded e atendimento
NotíciasDeixe um comentário

Ana Lobo assume o cargo com foco no desenvolvimento de projetos de conteúdo para marcas no próximo dia 10

Bárbara Sacchitiello
3 de fevereiro de 2020 – 16h51

Juliana Algañaraz, CEO da Endemol Shine Brasil (à esq.) e Ana Lobo, que assume a função SVP comercial de branded e atendimento

A Endemol Shine Brasil anunciou Ana Lobo como sua nova vice-presidente sênior comercial de branded e atendimento. A executiva será responsável pelo desenvolvimento de projetos de conteúdo para marcas e inicia no cargo no próximo dia 10.

“Três anos atrás, com o reposicionamento da Endemol Shine Brasil, entendemos que não importa o cliente ou plataforma: tudo é conteúdo. Crescemos mais de 200% com o business desde 2015, e Ana Lobo, com sua experiência no mercado publicitário, TV, digital irá somar ainda mais na nossa equipe”, comenta Juliana Algañaraz, CEO da Endemol Shine Brasil.

Com 28 anos de carreira no mercado publicitário, Ana Lobo já passou pela editora Abril, Discovery Networks Brasil, MTV, Vix Media e Spark. Seu último posto foi o de head de agências do UOL.

Na Endemol, Ana estará na equipe já composta por Rudy Michelleti, brand partnershop director, e Mariana Leal, account director.

Fonte: Meio & Mensagem

Leia Mais
04fev
Panini lança álbum da temporada da NBA
NotíciasDeixe um comentário

Livro ilustrado, que tem o brasileiro Nenê em destaque na capa, também conta com 100 cards

Nesta terça-feira, 4, a Editora Panini e a NBA lançam o Livro Ilustrado Oficial NBA 2019-2020. O álbum tem 72 páginas e cada uma das 30 franquias será representada em páginas duplas com imagens de seus principais astros como LeBron James (Los Angeles Lakers), Stephen Curry (Golden State Warriors), Kevin Durant (Brooklyn Nets), Kawhi Leonard (Los Angeles Clippers) e James Harden (Houston Rockets), entre outros.

As páginas apresentam curiosidades, informações dos times e estatísticas da temporada anterior, além de logos e uniformes oficiais. O álbum tem 464 cromos, sendo 98 especiais metalizados, além de 100 cards, 20 deles especiais. Os quatro brasileiros que atuam na liga na atual temporada estão no livro ilustrado: Bruno Caboclo (Memphis Grizzlies), Cristiano Felício (Chicago Bulls), Raul Neto (Philadelphia 76ers) e Nenê Hilário (Houston Rockets). Nenê, que disputa sua 18ª temporada na NBA, aparece em destaque na capa.

Fonte: Meio & Mensagem

 

Leia Mais
04fev
O mundo em 2035, segundo a BrainReserve
NotíciasDeixe um comentário

Faith Popcorn, fundadora da consultoria, aponta cinco forças que serão determinantes para um futuro próximo e às quais as marcas deveriam já estar atentas

Roseani Rocha
4 de fevereiro de 2020 – 6h00

As cinco forças que moldarão a sociedade em 2035, segundo estudos de Faith Popcorn (Crédito: Reprodução)

Participando de um evento promovido pela Avon, em Nova York, na última semana (a marca de beleza anunciou a descoberta de uma molécula – protinol – que promete revolucionar  o futuro da categoria de skincare), a carismática e provocativa pesquisadora de tendências Faith Popcorn compartilhou suas visões para o mundo em diversos aspectos para 2035.

A primeira grande mensagem da fundadora da consultoria BrainReserve, no entanto, é a de que todos devem lembrar que “o futuro começa agora” e tratou do que ele será daqui a quinze anos, considerando cinco forças determinantes da sociedade: epidemia de ansiedade, mistura de gêneros, N of 1, Super Humanos e LiteLife. O objetivo, ressalta Faith, é sempre fazer as pessoas se questionarem, ao saber como será o futuro, sobre o que podem fazer de diferente hoje e, consequentemente, onde investir seu tempo, dinheiro e esforços.

Usando o que chama de “futurismo aplicado”, um método de pintar as variadas e paradoxais paisagens do futuro para marcas e negócios, afirma conseguir 95% de assertividade. “Temos 17 lentes por meio das quais vocês podem olhar e ver o que vai acontecer”, disse.

Usou o exemplo de uma delas “cooconing” (casulo), detectada ainda em 1981 e apontando que as pessoas passariam mais tempo em casa. A IBM foi até ela para saber no que aquilo poderia ser interessante à empresa e a resposta era que as pessoas trabalhariam mais no ambiente doméstico. Como consequência, segundo Faith, a empresa foi a primeira a desenvolver um computador de uso pessoal. Outro resultado da tendência “cooconing” foi a questão dos serviços de delivery, com as pessoas reduzindo suas idas a supermercados e outros tipos de varejo. Por outro lado, o delivery e a customização entrariam em alta.  Segundo ela, o recado foi dado ainda na década de 1980 a alguns dos maiores anunciantes do mundo, a quem ela recomendou esquecer o Walmart e as lojas de departamento, pois as pessoas passariam a comprar tudo a partir de suas próprias casas. “E sabe o que a P&G e a Unilever disseram? Hahaha, isso não vai acontecer. E nós dissemos: Hohoho, sim, vai”, comentou Faith.

As 17 lentes por meio das quais a BrainReserve tem interpretado o futuro (Crédito: Reprodução)

A pesquisadora aponta que é difícil realmente para grandes empresas enxergarem o futuro, porque é algo que muitas vezes empurra para escanteio seus modelos atuais de negócio. Algo semelhante ocorreu quando foram dizer ao Home Depot que as novas gerações não iriam se importar tanto em comprar uma casa, mas sim alugar.

Para exemplificar as cinco forças que citou inicialmente na palestra, Faith apresentou uma personagem, Jessica, como uma mulher de 2035. Segundo a descrição, ela não possui uma casa e nem pensa em ter uma carreira em uma única companhia, flutuando livremente por economias compartilhadas. Num ambiente em que IA, apps e robôs se anteciparão às necessidades dos humanos, ela defende a fluidez e ausência de fricção, ou seja, “seamless is the new black”.

A questão de gênero perderá sua definição binária e uma nova fluidez, também no que diz respeito a esse assunto irá surgir. Num mundo mais caótico, valores voltam a ganhar terreno, como a proteção do planeta, atrelada à cobrança de que as marcas também abracem essa responsabilidade. Por outro lado, muitas mudanças representam muito stress, logo, outra característica será a busca das pessoas por alívio.

Com tudo isso, uma mulher moderna, como Jessica, 37 anos, seria alguém que: é solteira, comanda a TravelX (uma agência de viagem em realidade virtual) e criou a Oceania, uma incubadora de projetos para limpar os oceanos. Jessica não tem tempo para a maternidade (mas congelou seus óvulos, por via das dúvidas) e adora meditação, assim como o consumo de micro doses de substâncias químicas – doses testadas no limite de efeitos positivos e livres de alguns julgamentos morais contemporâneos.

Retomando as cinco forças, Faith Popcorn, citou dados de que hoje já vivemos uma situação de stress global, com 18% mais casos de depressão (as mulheres têm 50% mais chances de desenvolver a condição) e 15% de ansiedade na última década, atingindo 600 milhões de pessoas. Também mencionou previsão da Universidade de Oxford, segundo a qual 47% dos trabalhos serão substituídos por robôs, até 2036. Mas não é só o trabalho, mas também a situação do planeta ameaçado que aumentam essa ansiedade.

Para a questão de gênero, Faith trouxe dados de que 35% das pessoas da geração Z já conhecem alguém que se define como uma pessoa “não binária” e que 20% dos millenials se definem como de gênero fluido. Lembrou também que o Facebook, no Reino Unido, tem 71 opções para as pessoas descreverem seu gênero. Também citou exemplos de marcas como a australiana Mr. Smith, que a despeito do nome tem produtos de gênero neutro para cabelos, e a britânica Jecca, de maquiagem unissex.

Já no que diz respeito à hiper personalização (N of 1), ela destacou o fato de que o sistema de identificação digital biométrica da Índia irá cobrir 90% da população daquele país (que é, atualmente, de 1,37 bilhão de pessoas) em cinco anos. Além disso, um plano nutricional e de estilo de vida personalizado com base em características genéticas deverá atingir um bilhão de consumidores até 2025, no Reino Unido.

A tecnologia dos dados associada à tendência de antecipar tudo por meio de IA e machine learning criarão uma experiência descrita como “seamless”. A base para esse futuro já está em construção: metade dos lares norte-americanos já são membros da Amazon Prime; em 2025, a chinesa Cloud Minds irá lançar uma empregada doméstica robótica “full service” (ou seja, algo que promete ir além daquele aspirador de pó redondo engraçadinho); e a Moby-Mart, também na China, já oferece a experiência de um supermercado móvel (autônomo, claro), carregado com energia solar e no qual o cliente faz autoatendimento. Nesse caminho, a interação entre o ser humano e as máquinas/substâncias químicas será mais normal. A ascensão dos cyborgs – ou super humanos – deve começar com coisas como um exoesqueleto para aumentar a força humana em determinadas atividades ou o uso de micro-doses de coisas como LSD para elevar criatividade e foco. Finalmente, num mundo em que grande parte das atividades humanas poderá ser substituída por robôs, abre-se espaço para o que Faith Popcorn descreve como a “lite life”, ou a vida mais leve, uma espécie de abdicação de qualquer tipo de responsabilidade para uma vida sem ônus. Alguns acampamentos de verão para adultos começam a se tornar populares (esse é o tipo de programa comum, hoje, para crianças e adolescentes na cultura americana). Outros indicadores apontados: 25% de homens e 15% das mulheres solteiros aos 50 anos de idade (sem contar que muita gente já tem optado conscientemente por não ter filhos). O desapego também já vem sendo uma característica marcante das novas gerações: 78% dos millenials contra 59% dos baby boomers são mais inclinados a pagar por uma experiência do que pela posse de bens materiais.

Fonte: Meio & Mensagem

 

Leia Mais
04fev
Harry Potter inspira itens Artigus para Pernambucanas
NotíciasDeixe um comentário

Mais de 15 mil peças foram produzidas para lojas físicas e e-commerce da rede varejista

A Artigus, empresa brasileira de presentes corporativos customizáveis, acaba de desenvolver uma coleção com cinco itens criativos para a Pernambucanas.

A coleção é inspirada no universo da saga de livros e filmes Harry Potter. Mais de 15 mil peças foram produzidas para lojas físicas e e-commerce da rede varejista. Entre os produtos estão bandana, aparador de livros e lunch box.

Kit snack é um dos itens da coleção criada para Pernambucanas

Daniel Sarai, diretor da Artigus, comenta o projeto. “Por ser um tema que alcança diversas idades, escolhemos a saga do bruxo mais famoso do entretenimento para estampar essa coleção. Durante a fase de criação, pensamos em objetos que fazem sentido com a realidade do público, como kit snack e copo fun”, explica.

Em 2019, a empresa se destacou produzindo dois cases da indústria cinematográfica: a bota do Woody, que virou balde de pipoca para Toy Story 4, e o balde de pipoca 3D no formato do Olaf, o boneco de neve, para Frozen 2.

 

 

 

Fonte: Propmark

Leia Mais
04fev
Omelete cria versões geeks de filmes indicados ao Oscar
NotíciasDeixe um comentário

Inspiração foi a brincadeira feita em 2019 e marca ações do site para cobrir a premiação

O próximo final de semana promete ser tão agitado quanto o que terminou neste domingo (2) com o Super Bowl. No próximo domingo, será realizada a cerimônia de premiação do Oscar 2020.

Entre as ações para o evento está uma iniciativa do Omelete, site dedicado à cobertura de entretenimento.

O time editorial do portal imaginou como seriam os cartazes dos filmes indicados ao Oscar se todas as produções fossem geeks.

A inspiração da brincadeira aconteceu em 2019 com a indicação de “Pantera Negra” ao Oscar de melhor filme. As imagens com os cartazes geeks viralizaram motivando uma nova edição.

Em 2020, também serão nove paródias com personagens e referências populares: “Era Uma Vez em… Hollywood” vira “Era Uma Vez em… Hawkins”, em alusão aos personagens de Stranger Things. Já o Baby Yoda, Baby Groot e Zezé, formam “Os Bebês” (versão de “O Irlandês”. Em outro, a rixa dos diretores de Vingadores será lembrada “Marvel vs Scorsese” (“Ford vs Ferrari”).

O primeiro foi divulgado na segunda (3). Os próximos serão revelados ao longo da semana.

Fonte: Propmark

Leia Mais
03fev
Trailers – “Mulan” & ‘”Viúva Negra”
NotíciasDeixe um comentário

Seguem os links dos trailers em português lançados neste final de semana. Abaixo os pôsteres de Viúva Negra:

Mulan

https://youtu.be/ai7LxgM8cks

 

Viúva Negra

https://youtu.be/WkgPLRMJurg

 

Fonte: The Walt Disney

Leia Mais
03fev
Dona da Barbie quer ter 100% de material ecológico até 2030
NotíciasDeixe um comentário

Na onda ambiental, a Mattel, dona da Barbie, definiu que até 2030 sua meta é usar 100% de material reciclável, reciclado ou derivado de plantas em seus produtos e embalagens.

Verde, a fabricante promete lançar até julho o seu primeiro brinquedo produzido com plástico à base de cana-de-açúcar.

É uma nova versão da pirâmide de argolas, da marca Fisher-Price.

Fonte: Folha de SP

Leia Mais
03fev
Atari, pioneira do videogame, planeja abrir oito hotéis temáticos para ‘comer, dormir e brincar’
NotíciasDeixe um comentário

ARIZONA – A Atari, conhecida por videogames como Pong, Asteroids e RollerCoaster Tycoon, está levando seus negócios para uma nova direção.

A empresa anunciou no início da semana a construção de seu primeiro hotel temático.Nova cara:Consoles de videogame velhos ganham novos jogos graças a desenvolvedoresCriada em 1972, a empresa promete uma experiência de hospedagem que combina um destino temático de videogame único, com experiências imersivas de realidade virtual e aumentada, segundo comunicado.

A ideia surgiu quando o GSD Group, uma empresa que trabalha com as chamadas marcas herdadas, e Napoleon Smith III, produtor executivo dos recentes filmes “Teenage Mutant Ninja Turtles”, começaram a pensar no Atari no outono passado (no Hemisfério Norte) e, eventualmente, apresentaram à empresa a ideia de um hotel, disse Shelly Murphy, fundadora do GSD Group, na terça-feira.Leia também:Google entra no mercado bilionário de games com Stadia, plataforma de streamingMurphy disse que o plano era criar um “ecossistema” no qual os jogadores pudessem “comer, dormir e brincar”, embora o tamanho dos hotéis vai variar dependendo do mercado e da região.

Alguns quartos de hotel terão um tema de videogame retrô, enquanto outros podem ter um design futurista, disse ela, acrescentando: – Nossa esperança é que você entre e nunca mais queira sair porque há muita interação.Viu isso?Brasileiros dedicam anos ao sonho de estourar na indústria de videogamesA construção do primeiro hotel, em Phoenix, começará no segundo semestre e deve ser concluída em 18 a 24 meses, disse ela.Hotéis adicionais estão planejados para Las Vegas; Denver; Chicago; Austin, Texas; Seattle; São Francisco; e San Jose, Califórnia, dizia o comunicado.

Alguns, terão locais e estúdios de última geração para acomodar eventos de esportes eletrônicos.Tanto o GSD Group quanto o Sr. Smith lvão liderar o desenvolvimento e o design dos hotéis, afirmou o comunicado. Murphy disse esperar que os hotéis atraiam tanto os que buscam nostalgia quanto os que competem no mundo dos esportes eletrônicos.Guerra de videogames:’Fortnite’ lança ‘Capítulo 2’ para competir com ‘Call of Duty’De acordo com o Global Games Market Report de 2019, da empresa de análise de esportes eletrônicos Newzoo, existem, em geral, cerca de 2,5 bilhões de jogadores – quem joga em um PC, console ou dispositivo móvel – em todo o mundo.

A empresa estimou que os gastos em jogos chegariam a US$ 152,1 bilhões, um aumento de 9,6% em relação ao ano anterior. O relatório projeta ainda que o mercado global de jogos crescerá bilhões de dólares nos próximos anos, chegando a quase US$ 200 bilhões em 2022.O movimento da Atari para o setor de hospitalidade segue uma tendência de criar locais maiores para acomodar o crescente público dos e-sports.

Em 2018, o E-Sports Stadium Arlington abriu a maior instalação dedicada aos esportes eletrônicos da América do Norte, um espaço de quase 10 mil metros quadrados no Texas, com um estúdio de transmissão e uma parede LED de 25 metros de comprimento. Leia:Diretor da Epic Games, de ‘Fortnite’, entra na lista de bilionários da Forbes com US$ 4,5 bilhõesTambém está em andamento a construção de uma arena de esportes eletrônicos de US $ 50 milhões e 3.500 lugares na Filadélfia. Locais como o Barclays Center, no Brooklin, já venderam dezenas de milhares de ingressos para competições de e-sports lá realizadas.Em julho passado, mais de 19.000 pessoas compareceram à Copa do Mundo de Fortnite no Billie Jean King National Tennis Center, no Queens, de acordo com a Epic Games, produtora de videogames.

Os valores dos prêmios aumentaram com a popularidade dos eventos: Kyle Giersdorf, que joga como “Bugha”, venceu o evento e recebeu um prêmio de US $ 3 milhões.Leia mais:Clássico jogo Snake ajudou a vender mais de 10 milhões de Nokias retrôHarrison Chang, que joga como “Salmo” e ficou em segundo lugar na competição, disse que a idéia de um hotel Atari era “muito legal” e ele está feliz que a marca esteja “tentando levar o e-sports a um espaço mais popular”.Além dos eventos de jogos em larga escala, a popularidade das configurações imersivas de videogames também está em ascensão. Neste verão, um Super Nintendo World em tamanho real será aberto no Universal Studios Japan, e há planos de trazer o conceito para os Estados Unidos.

Fonte: Globo

 

 

 

Leia Mais
03fev
Em busca de reinvenção, NFL estreita laços com os gamers
NotíciasDeixe um comentário

Queda de audiência e novos hábitos de consumo de conteúdo do público mais jovem são determinantes para garantir o futuro da liga

Por Luiz Gustavo Pacete, de Miami*

Desde 2018, NFL e Epic Games possuem parcerias de licenciamento (Crédito: Reprodução)

Comparado aos grandes eventos de porte global como Copa do Mundo e Olimpíadas, o Super Bowl vive um desafio em comum: engajar os públicos mais jovens. A queda de audiência da TV nas últimas finais apontam para um caminho em que o meio já não é uma unanimidade. Em 2019, a CBS informou que 98,2 milhões de pessoas assistiram ao jogo entre New England Patriots e Los Angeles Rams, menor audiência da partida em TV aberta desde 2008, quando o New York Giants derrotou o Patriots. Número 5% menor ao do Super Bowl de 2018, quando 103,4 milhões de pessoas assistiram ao jogo na NBC, e 12% inferior ao de 2017, assistido por 111,3 milhões de pessoas na Fox.

“Esse comportamento se dá por dois motivos: um é pela estagnação do conteúdo além do campo, que depois de tantos shows e atividades grandiosas, por mais que troque o artista e traga novas tecnologias é difícil se superar. Mesmo com as multiplataformas, muda a forma de consumir, mas o conteúdo permanece o mesmo. O segundo é que ao longo das décadas de existência, a concorrência foi crescendo prejudicando seu reinado. No meio esportivo, NBA por exemplo só cresce e se tornou referência globalmente. Por um tempo UFC também. E agora WSL. Se falar do futebol, que também tem visto seu ápice no mercado norte americano”, destaca Eduardo Baraldi, CEO da Octagon Brasil.

Uma das estratégias da liga para lidar com esse contexto é se conectar com novas dinâmicas de conteúdo e engajamento, como é o caso dos e-sports. A Epic Games, desenvolvedora do jogo Fortnite, e a associação de jogadores da liga (NFLPA) firmaram uma parceria com o objetivo de promover uma competição beneficente durante o Super Bowl deste ano. No mesmo evento ainda devem ocorrer atividades com personalidades de Fortnite e jogadores da NFL. A conexão entre futebol americano e NFL vem se intensificando nos últimos anos. Em janeiro de 2019, o Fortnite lançou skins dos dois times que disputaram a edição do ano passado, em Atlanta, o New England Patriots e o Los Angeles Rams. E o movimento da ligação entre games e o futebol americano não se resume às ações de Fortnite. Campeão do Super Bowl 2018 pelo Philadelphias Eagles, o jogador Jay Ajayi foi contratado pelos Philadelphia Union como jogador profissional de FIFA.

Levantamento da consultoria Syracuse mostra que a audiência de e-sports será a segunda maior entre as principais esportivas até 2021. Em uma projeção, a NFL aparece em primeiro lugar com uma projeção de 141 milhões de telespectadores. Os e-sports vêm em segundo lugar com 84 milhões e a NBA aparece com 63 milhões. O Mundial de LoL, campeonato oficial de League of Legends (LoL), teve 99,6 milhões de espectadores em dezembro de 2018 nas transmissões oficiais da Riot Games e é um exemplo de êxito de engajamento em jogos eletrônicos. .

*O jornalista viajou a convite da Budweiser

Fonte: Meio & Mensagem

Leia Mais
03fev
Morya e Inventa Evento assinam evento da Coca-Cola Shoes
NotíciasDeixe um comentário

Ambas as empresas, uma especializada em comunicação e a outra em live marketing, participaram ativamente da ação, que uniu desfile e a transformação da casa.

A Coca-Cola Shoes realizou um encontro para lançar o novo momento da marca, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Para fazer esse evento acontecer de forma única, as empresas Inventa Evento e Morya Comunicação, idealizaram e produziram a festa, onde transportaram os convidados para o universo da gigante que, além do desfile, contou com palestras e um pocket show da cantora Lellê.

O ambiente, decorado com as cores emblemáticas da marca, carregou a pegada street style da Coca-Cola Shoes e o conceito “O mundo anda junto”, com detalhes modernos, jogo de luzes, mobiliário industrial e elementos que remetem ao grafite.

As empresas responsáveis pela fabricação da marca em toda América Latina são a Sugar Shoes e Neorubber.

A equipe da Inventa foi a responsável por promover a relação marca-cliente por intermédio de ações dentro e fora do evento, que em parceria com a Morya Comunicação, encarregada pela criação da identidade visual, materiais gráficos e a divulgação nas redes sociais, entregaram uma festa com mais de 10h de duração.

“O grande desafio foi transformarmos o espaço para receber as diferentes atividades no mesmo ambiente. Apresentação de conteúdo, exposição de produto, desfile de coleção e um pocket show fizeram desta convenção uma experiência de marca realmente impactante.”, comentou Luciano Faraco (Head de Projetos Especiais da Inventa Evento).

No portfólio da Inventa, marcas como Lojas Renner, Stihl, Claro, Unimed, Tramontina e Unimed, mostram a diversidade de públicos e experiências realizadas.

Já a Moyra, vencedora do Salão ARP 2019, é responsável por campanhas para o Sicredi e a Unimed Porto Alegre.

”A Convenção ficou 100% em todos os aspectos, trabalho em conjunto das agências, alinhadas na estratégia e na implementação do projeto. Como desfecho, o alto índice de engajamento do público.”, complementa Faraco.

Fonte: Promoview.

Leia Mais

Arquivos

INSTAGRAM ABRAL

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Click here to troubleshoot