You are currently viewing Por que a Boca Rosa decidiu entrar no metaverso?

Por que a Boca Rosa decidiu entrar no metaverso?

Pink, desenvolvida em parceria com a Biobots, chega para fortalecer a presença da marca da influenciadora com a comunidade virtual e interagir com outras empresas

CEO e influenciadora pretende usar avatar virtual para gerar mais negócios para a sua empresa e com outras marcas (Crédito: Divulgação)

Nesta semana, a CEO da Boca Rosa Company, Bianca Andrade lançou o seu avatar no metaverso. Chamada de Pink, a versão digital da influenciadora já soma, em apenas dois dias, mais de 80 mil seguidores nas redes e chega como um alterego da empresária e que, de forma independente, irá promover ações e iniciativas para interagir com o público e com as marcas.

Criada pela Biobots, empresa que também desenvolveu o avatar da apresentadora Sabrina Sato, a Pink participará dos lançamentos da Boca Rosa Company – com os produtos de Boca Rosa Beauty e Boca Rosa Hair – e com outras marcas.

Bianca Andrade explica que sua nova versão irá explorar os espaços que o metaverso disponibiliza. “Nós pretendemos trabalhar com NFT e estamos explorando os espaços que o metaverso tem a oferecer, além da interação com outros avatares, empresas e marcas que estão por lá, que já são muitos”, conta.

A criação da personagem inspirada em Boca Rosa durou cinco meses, passando pelo processo de concepção de imagem e personalidade. Pink é formada em marketing e tem em sua personalidade traços de liberdade e ousadia, e agora se torna uma funcionária da companhia liderada por Bianca Andrade.

A influenciadora explica que tudo foi pensado em parceria com o seu time de marketing para que a personagem reunisse tudo o que é importante para a CEO. “Ela é alguém ligada em tendências e inovação, é preocupada com as causas socioambientais e é engajada”, explica.

Fonte: Meio & Mensagem

Deixe um comentário