You are currently viewing Projeto Tamar e Peanuts se unem pela preservação das Tartarugas Marinhas

Projeto Tamar e Peanuts se unem pela preservação das Tartarugas Marinhas

Em comemoração ao mês internacional dos Oceanos e das Tartarugas Marinhas, a Peanuts se une ao Projeto Tamar para promover o Programa Biólogo por um dia para crianças de 6 a 12 anos

A Peanuts se une ao Projeto Tamar por meio do programa Take Care with Peanuts, que promove três mensagens vitais – Cuide de você mesmo, Cuide do Outro e Cuide da Terra – para executar o programa Biólogo por um dia e espalhar a mensagem de preservação dos oceanos, ensinando as futuras gerações sobre a importância das tartarugas marinhas no ecossistema.

Crianças de 6 a 12 anos poderão vivenciar uma experiência única ao acompanhar o trabalho de um biólogo e ajudá-lo nos cuidados com os animais. Cada participante receberá um kit contendo mochila, camiseta, livro com conteúdo educativo sobre as tartarugas marinhas e o Projeto Tamar, além de uma cartela de adesivos com a temática da ação.  O programa iniciará em junho de 2022, na unidade matriz em Praia do Forte, com perspectivas de ampliação para os demais centros de visitantes nos próximos anos.

Mas por que as tartarugas marinhas são tão importantes para a preservação dos oceanos? Consideradas sentinelas dos mares, elas são indicadores da qualidade ambiental do ecossistema marinho. Isso porque as ameaças que enfrentam também afetam muitos outros organismos associados a elas através das relações ecológicas. Estão presentes em quase todos os oceanos da Terra e realizam viagens gigantescas para cumprir seu ciclo reprodutivo. Assim, durante sua longa existência, levam e trazem toneladas de nutrientes e energia vital à sobrevivência de tantas outras formas de vida. Peixes, crustáceos, moluscos, esponjas e medusas dependem delas para viver, assim como as formações de mangues, bancos de areia, de gramas marinhas e de algas, de corais, de recifes e de ilhotas.

Além disso, por serem animais de “sangue frio”, ou seja, sua temperatura corporal varia conforme a temperatura do ambiente, as tartarugas marinhas possuem a fisiologia profundamente influenciada pelo meio externo. Essa condição faz com que sejam um organismo ideal para detectar alterações no ambiente, como por exemplo, as mudanças climáticas. Proteger as tartarugas, portanto, ajuda a preservar a vida marinha e a cuidar do nosso planeta.

Porém, enormes desafios têm sido enfrentados. A sobrepesca, o desenvolvimento urbano desordenado e a poluição acabam afetando diretamente ecossistemas e as espécies como um todo, incluindo nós mesmos. Segundo o mais recente relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), apresentado em maio de 2019, acerca do impacto humano sobre a natureza, cerca 1 milhão de espécies de animais e plantas correm risco de extinção dentro de décadas.

No sentido de tentar guiar o processo de recuperação e conservação do planeta, a ONU lançou em 2015 uma agenda com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas a serem alcançadas para uma ambiciosa transformação do mundo. No caso dos oceanos, sabemos que cobrem 71% da superfície da terra e possuem papel fundamental na regulagem do clima ao influenciar a temperatura e umidade de todo o planeta. Além disso, servem como fonte de alimento e de renda para mais de 1 bilhão de pessoas e abrigam uma biodiversidade extremamente rica. Por isso, receberam um objetivo específico nesta agenda:

  • “Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável

E, em 2017, a ONU declarou a “Década da Ciência Oceânica para o desenvolvimento Sustentável”, iniciada no ano de 2021 e que irá até 2030. O objetivo é desenvolver uma estrutura global de uso sustentável dos oceanos através da geração e divulgação do conhecimento acerca dos ecossistemas marinhos.

Por fim, parcerias como a da Peanuts e o Projeto Tamar visam educar ainda mais o mundo, principalmente as crianças, para que cresçam entendendo a importância que a preservação das tartarugas marinhas traz não apenas para os nossos oceanos, mas também para o nosso planeta.

 

Sobre o Projeto Tamar:

A Fundação Projeto Tamar é uma entidade privada, sem fins lucrativos e pioneira em conservação marinha no Brasil. Criada na década de 80, sua missão é promover a recuperação das tartarugas marinhas através de ações de pesquisa, conservação e inclusão social. Atualmente, está presente em 23 localidades no litoral e ilhas oceânicas do Brasil. São mais de 1.100 quilômetros de praias monitorados e cerca de 25 mil ninhos protegidos por ano.

Visite o site para mais informações: www.tamar.org.br

Fale com o Projeto Tamar:  fundacao_projetotamar@tamar.org.br

 

Sobre a Peanuts:

Os personagens Peanuts e a propriedade intelectual relacionada são de propriedade da Peanuts Worldwide, onde 41% são de propriedade da WildBrain Ltd., 39% da Sony Music Entertainment (Japan) Inc. e 20% de propriedade da família de Charles M. Schulz, que introduziu a Peanuts para o mundo em 1950, quando a revista em quadrinhos estreou em sete jornais. Desde então, Charlie Brown, Snoopy e o resto da turma Peanuts deixaram uma marca indelével na cultura popular. Além de curtir os amados programas e especiais do Peanuts no Apple TV+, fãs de todas as idades celebram a marca Peanuts em todo o mundo por meio de milhares de produtos de consumo, além de atrações de parques de diversões, eventos culturais e mídias sociais. e quadrinhos disponíveis em todos os formatos, do tradicional ao digital. Em 2018, a Peanuts fez parceria com a NASA em um acordo espacial de vários anos projetado para inspirar a paixão pela exploração espacial e STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) entre a próxima geração de estudantes.

Sobre o programa Take Care with Peanuts, consulte a Lotus Global Mkt: marketing@lotusglobalmkt.com

Deixe um comentário