You are currently viewing Turma da Mônica – Lições ganha álbum de figurinhas da Panini

Turma da Mônica – Lições ganha álbum de figurinhas da Panini

Lançamento traz cenas do longa-metragem e muitas surpresas a respeito de uma jornada sobre o verdadeiro valor da amizade 

Os fãs da turminha mais amada do Brasil já podem comemorar, além do esperado filme Turma da Mônica – Lições, o lançamento do álbum de figurinhas oficial com o mesmo tema. A novidade, da Editora Panini, líder no segmento de colecionáveis, estará disponível a partir de 03 de dezembro nas melhores lojas, em bancas de jornal e na Loja Panini. Reunindo os personagens mais queridos do bairro do Limoeiro, a coleção completa tem 216 cromos, sendo 48 metalizados e 24 com corte especial.

No livro ilustrado, serão 32 páginas com cenas do segundo longa-metragem da turminha, dirigido por Daniel Rezende, e produzido por Biônica Filmes em coprodução com Mauricio de Sousa Produções, Paris Entretenimento, Paramount Pictures e Globo Filmes e distribuído pela Paris Filmes e Downtown Filmes; e imagens da Graphic MSP Lições (de Vitor e Lu Cafaggi), história em quadrinhos que o originou. O álbum ainda traz várias surpresas para os fãs e, assim como a obra cinematográfica, promete muita emoção e lições de vida valiosas.

Em Lições, filme que está previsto para estrear no dia 30/12, nos cinemas, Mônica (Giulia Benite), Cebolinha (Kevin Vechiatto), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira) deixaram de fazer a lição de casa, pularam o muro para fugir da escola e… agora estão em sérios apuros! A turma terá que lidar com as consequências dessas escolhas, enquanto descobre o verdadeiro significado da palavra amizade.

O álbum Turma da Mônica – Lições, da Panini, chega em versão capa brochura por R$ 10,00, e os envelopes com cinco figurinhas, por R$ 3,50, além de diversos kits especiais com o álbum e os cromos.

Ficha técnica

Lançamento: 03/12/2021

Formato do álbum: 54 x 76 mm

Distribuição: nacional

Total de cromos: 216 cromos

Preço do Livro Ilustrado: R$ 10,00

Preço do Envelope: R$ 3,50

 

Sobre a Panini
O Grupo Panini foi criado há quase 60 anos em Modena, Itália. Possui subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos. É a líder mundial no setor de colecionáveis e publicações e a principal editora multinacional de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 150 países e conta com uma equipe de mais de 1.200 pessoas. Para mais informações, visite www.paninigroup.com.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções
A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é a maior empresa de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. No universo digital, o canal no YouTube da Turma da Mônica já chegou a 14,5 bilhões de visualizações, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo e já tem mais de 450 títulos e mais de 1,2 bilhão de revistas em quadrinhos, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

Sobre a Paris Filmes
A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição e produção de filmes, destacando-se pela alta qualidade cinematográfica. Além de ter distribuído grandes sucessos mundiais como as sagas “Crepúsculo” e “Jogos Vorazes”, o premiado “O Lado Bom da Vida”, que rendeu o Globo de Ouro®️ e o Oscar®️ de Melhor Atriz a Jennifer Lawrence em 2013 e “Meia-Noite em Paris”, que fez no Brasil a maior bilheteria de um filme de Woody Allen, a distribuidora também possui em sua carteira os maiores sucessos do cinema nacional, como as franquias “De Pernas Pro Ar”, “Até Que a Sorte nos Separe” e “DPA – O Filme”. Nos últimos anos a empresa esteve à frente de importantes lançamentos como “John Wick”, “La La Land – Cantando Estações”, “A Cabana”, “Extraordinário”, “Nada a Perder” e “Turma da Mônica – Laços”. Para os próximos lançamentos, a companhia aposta em um line-up diversificado, que inclui títulos como “Marighella”, “Turma da Mônica – Lições”, “A Sogra Perfeita”, “Detetives do Prédio Azul 3 – Uma Aventura no Fim do Mundo”, as sequências de “John Wick” e “Jogos Vorazes”, entre outros.

Daniel Rezende | Diretor
Daniel Rezende alcançou mais de 2 milhões de espectadores nos cinemas com o filme Turma da Mônica – Laços, primeira adaptação em live-action dos personagens de Mauricio de Sousa, lançado em 2019. O longa conquistou o prêmio de Melhor Longa-Metragem Infantil no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro. No streaming, estreou na função de showrunner, criando e dirigindo a série Ninguém tá olhando, lançada na Netflix. A série conquistou o prêmio de Melhor Série de Comédia no 48º Prêmio Emmy Internacional. Daniel Rezende começou a carreira de diretor em 2016, com o longa Bingo – O rei das manhãs. Aclamada por público e crítica, a comédia foi escolhida para representar o Brasil no Oscar em 2017, e venceu sete categorias no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, incluindo Melhor filme e direção. Assinou também a direção das séries Fora de Controle, para a TV Record; O Homem da Sua Vida, para a HBO; e alguns episódios de O Mecanismo, para a Netflix.

A experiência no cinema foi adquirida na edição. Seu primeiro longa-metragem como montador, no aclamado Cidade de Deus (2002), lhe rendeu o BAFTA de melhor edição e uma indicação ao Oscar na categoria em 2003. Dali em diante, traçou uma consagrada carreira como montador, assinando a edição dos principais filmes brasileiros dos últimos anos: Diários de Motocicleta (2004), O ano em que meus pais saíram de férias (2006), Tropa de Elite (2007) e Tropa de Elite 2 – O inimigo agora é outro (2010). No exterior, foi um dos montadores de A Árvore da Vida (2011), Palma de Ouro no Festival de Cannes; e de Robocop (2014), de José Padilha, com quem já havia trabalhado nos dois Tropa de Elite. Ano que vem ele lança Turma da Mônica – Lições, continuação da franquia com produção da Biônica Filmes.

Biônica Filmes | Produtora
A Biônica Filmes foi fundada em 2012 por Bianca Villar, Fernando Fraiha e Karen Castanho. Produziu a série para a HBO: “PSI”, indicada ao Emmy Awards 2015 (Melhor Série Dramática); e os longas: “Os Homens São De Marte… E é Pra Lá Que Eu Vou!” (2014), de Marcus Baldini, visto por mais de 1,8 milhões de espectadores e ganhador do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2015 (Melhor Comédia); “Reza a Lenda” (2016), de Homero Olivetto, ganhador do Prêmio Especial do Júri no Tallin Black Nights 2016; e “TOC – Transtornada, Obsessiva, Compulsiva” (2017), de Paulinho Caruso e Teo Poppovic, selecionado para o SXSW 2018.  Em 2017, a Biônica foi coprodutora do documentário “Divinas Divas”, de Leandra Leal, vencedor do Prêmio do Púbico – Global no SXSW e “La Vingança”, de Fernando Fraiha, coprodução Brasil/Argentina, vencedora do prêmio de Diretor Estreante do Brooklyn Film Festival. Em 2018, a produtora lançou “Uma Quase Dupla”, estrelada por Tatá Werneck e Cauã Reymond, que foi vista por mais de 600 mil pessoas nos cinemas. Em 2019, lançou o primeiro live action baseado nas histórias da Turma da Mônica, de Mauricio de Sousa, “Turma da Mônica – Laços”, dirigido por Daniel Rezende, que levou mais de 2 milhões de pessoas aos cinemas. Em 2021, lançou “Outubro”, de Maria Ribeiro, documentário sobre a eleição presidencial de 2018. Atualmente, a produtora está em pós-produção de quatro longas-metragens: “Meu Álbum de Amores”, de Rafael Gomes, comédia romântica musical com trilha-sonora assinada por Arnaldo Antunes; “A Viagem de Pedro”, de Laís Bodanzky, coprodução Brasil/Portugal que conta a história do retorno de Dom Pedro I a Portugal; a sequência do sucesso de “Turma da Mônica – Laços”, “Turma da Mônica – Lições” ; e a produção internacional Brasil/Argentina: “Violeta”, dirigida por Fernando Fraiha, baseada no livro “Cordilheira”, de Daniel Galera. Em 2021, a Biônica se prepara para a filmagem do longa-metragem “Pedágio”, da diretora Carolina Markowicz; está em montagem do documentário sobre a maior estrela do rock brasileira: Rita Lee, além de ter diversos projetos em desenvolvimento.

Fonte: Maindi

Deixe um comentário