Com investimento, empresa quer criar experiência de marca entre os fãs

Em 2022, a ViacomCBS iniciará a comercialização de ativos colecionáveis de suas franquias no formato de NFTs. O intuito da companhia criar, junto com a startup Recur, uma plataforma focada na experiência do fã, em que ele pode comprar, colecionar e trocar NFTs, tornando a interação uma experiência social.

(Crédito: Divulgação/Nickelodeon)

Na plataforma, será encontrado produtos das marcas da CBS, MTV, Showtime, Paramount Pictures, BET, Nickelodeon e Comedy Central. Apesar disso, a empresa não está focada em monetização, e sim construção de marca, criar engajamento e comunidades de fãs.

Normalmente, a comercialização de NFTs ocorre por criptomoedas, mas a startup afirma que as compras poderão ser feitas com cartões de crédito e débito dos Estados Unidos, o que torna o público-alvo mais abrangente.

A ViacomCBS não é a primeira empresa de mídia envolvida na tendência de NFTs. A CNN, Time, Playboy, Media Central, e outras estão experimentando nesse território. No Brasil, o SBT comercializou imagens de seu acervo em NFTs para celebrar os 40 anos da emissora.

Fonte: Meio & Mensagem